Sommelière baiana dá dicas de vinhos para sua confraternização

paula theotonio
03.12.2020, 09:30:00
Atualizado: 03.12.2020, 09:50:24

Sommelière baiana dá dicas de vinhos para sua confraternização


Em momentos como o que vivemos, o jornalismo sério ganha ainda mais relevância. Precisamos um do outro para atravessar essa tempestade. Se puder, apoie nosso trabalho e assine o Jornal Correio por apenas R$ 5,94/mês.

Sugestão da Wine Spanholo (foto de Baú de Memórias Foto & Vídeo/divulgação)

Ainda que o sentido de confraternização esteja sendo revisitado em um ano tão complicado, os pequenos reencontros e reuniões familiares, com amigos ou colegas de trabalho, já começam a surgir na agenda de fim de ano.

E se nesse petit comité temos vinhos, sempre aparecem as dúvidas: qual a quantidade exata para comprar? Onde adquirir em quantidade e com bom preço? E qual a temperatura ideal de serviço?

Para a sommelière Letícia Spanholo, da Wine Spanholo, essas decisões vão depender do estilo de evento e do paladar dos convidados. “Tudo muda se os participantes são muito enófilos ou bebedores casuais; ou se teremos outras bebidas na ocasião”, exemplifica a especialista.

Se há outros tipos de bebida na reunião, o cálculo sugerido por Letícia é de 1 garrafa para cada 6 pessoas – cerca de 125 ml/cabeça. O número é seguro, pois nem todos irão beber. Caso você acredite que mais pessoas irão se servir somente de vinho, uma dica é pensar em 1 garrafa para cada quatro pessoas (187,5 ml). Então se você tem, ao todo, 6 convidados que bebem um pouquinho a mais, precisará de 1 garrafa e meia.

Uma boa matemática a se fazer neste caso é a seguinte: número de pessoas x 125 ou 187,5 (caso mais pessoas bebam); e depois dividir o valor por 750. É interessante levar em consideração que a temperatura do dia influi e muito no consumo. Se estiver quente, os convidados irão beber um pouco mais. Então aplique uma margem de pelo menos 20% em cima do cálculo final.

Se todo mundo bebe vinho na confraternização, a conta é outra! Numa reunião de enófilos de carteirinha, as quantidades aumentam. “Estima-se pelo menos 500 ml por pessoa, mas essa quantidade varia de acordo com a duração do evento.

Em uma festinha que dure 4 horas, o consumo pode chegar a 3 garrafas por convidado”, indica Letícia. Se a aposta da noite for em vinhos leves, fáceis de beber, prepare-se para adquirir pelo menos uma garrafa para cada duas pessoas. O mesmo para espumantes, que descem como água. Essa mesma quantidade deve ser mantida em casos de eventos descontraídos, como churrascos.

Quando se trata de confrarias, a sommelière Letícia Spanholo faz algumas ressalvas. “São momentos com pessoas que já têm um consumo mais elevado de brancos, tintos, rosés e espumantes. Mas devido à própria natureza do evento ser voltada para a degustação, costumamos indicar pelo menos uma garrafa para cada 5 pessoas, chegando à dose padrão de 150 ml”, indica a profissional.

Ela recomenda que para uma confraria de 20 pessoas, sejam adquiridas pelo menos 4 garrafas de cada estilo de vinho servido durante a noite. Seu evento será um jantar harmonizado, com um rótulo para cada prato servido? Calcule uma garrafa de espumante para cada 4 pessoas, o qual será servido na entrada; a mesma medida para o vinho que acompanhará o prato principal e, para a sobremesa, um rótulo de fortificados ou colheita tardia a cada 8 comensais.

Não esqueça da água! Separe pelo menos 400ml por pessoa – quantidade que altera de acordo com a duração do evento. 

Temperatura de serviço
Não custa nada lembrar o quanto um vinho quente ou gelado demais pode comprometer sua experiência. Portanto, seguem aqui algumas dicas de temperatura de serviço para seu vinho na confraternização:
● 05 ºC - Espumante Moscatel;
● 06 ºC - Espumante demi-sec e seco;
● 07 ºC - Vinhos brancos doces;
● 08 ºC - Espumante brut, Prosecco e vinhos brancos aromáticos e secos e rosés
leves;
● 09 ºC - Espumantes extra-brut, brut mais evoluídos e complexos, vinhos brancos
secos;
● 10 ºC - Champagnes e Cavas envelhecidos, Porto Branco, Jerez e rosés mais
encorpados;
● 11 ºC - Brancos secos amadeirados e/ou envelhecidos;
● 12 ºC - Tintos licorosos, Porto Tawny e Ruby, Madeira, Sauternes e colheita tardia;
● 14 a 15ºC - Tintos jovens e com pouco tanino, frutados e leves (Beaujolais, Pinot
Noir);
● 16ºC - Tintos estruturados, Porto Vintage e LBV;
● 18 a 20ºC - Tintos estruturados e envelhecidos.

Vinhos para seu evento
A Wine Spanholo preparou alguns kits ideais para eventos, com entrega gratuita em Salvador, Lauro de Freitas e Linha Verde (até Guarajuba). Veja:

Lambrusco Linda Donna Branco (Itália, 8% ) | R$ 49 por unidade. Em compras acima de 6 unidades, o preço cai para R$ 39. Frisante italiano levemente adocicado, com aromas de frutas brancas frescas. Ideal para acompanhar sobremesas leves ou para quem ainda não aprecia espumantes secos.

Prosecco Valdorella (Vêneto – Itália, 11%) | Na compra acima de 6 garrafas, o preço cai e R$ 89 para R$ 71. Espumante de cor amarelo palha brilhante com tons esverdeados, possui aroma de maçã verde e abacaxi frutado e fresco. Tem sabor leve e refrescante, com ótima acidez. Casa perfeitamente com pratos à base de peixe.

Las Montanas Sauvignon Blanc (Maipo – Chile, 2020, 13%) | R$ 45 por unidade. Comprando a caixa com 6 unidades, a garrafa sai por R$ 39. Frutado e floral, com toque cítrico e de maçã verde. Vai bem com preparos leves, como peixes, saladas e frango.

Encostas do Bairro Rosé (Tejo – Portugal, 2020, 12%) | De R$ 50 por R$ 39 a unidade, comprando caixa com 6 garrafas. Um rosado de Castelão e Tinta Roriz com boa intensidade, misto de frutos tropicais, vermelhos e com toque vegetal. Possui um sabor frutado, fresco e equilibrado. Harmoniza com saladas frias, massas, peixes, mariscos e carnes brancas.

Los Thibas Carménère (Chile, 2019, 13%) | R$ 50 a unidade e R$ 42 por garrafa, adquirindo a caixa com 6 unidades. De cor granada, traz aromas de frutas vermelhas e nuances baunilha. Médio corpo. Combine com com carnes, massas ao ragu de carnes intensas e queijos de meia cura.

Romanero Tempranillo (La Mancha - Espanha, 2019, 12%) | R$ 50 por garrafa, R$ 45 a unidade em caixa com 6. Carrega aroma de frutas vermelhas maduras com notas delicadas de anis e especiarias. Em boca é aveludado, com acidez balanceada e final prolongado. Cai bem com carnes vermelhas e queijos de meia cura.

Bourgogne Passe-Tout-Grain (Borgonha – França, 2009, 12%) | R$ 160 a unidade e, na compra da caixa com 12 unidades, cada garrafa sai por R$ 80. Elaborado com as castas Pinot Noir e Gamay, este tinto francês harmoniza com preparos com carne de aves, risotos e massas leves. 

Os pedidos podem ser feitos pelo WhatsApp (71) 98503-5746.

A sommelière Letícia Spanholo (foto de divulgação)

Sobre Letícia Spanholo – Com formação em Sommelier de Vinhos pela ABS-SP e especialista em Marketing de Vinhos, Letícia Spanholo tem pelo menos 15 anos de carreira nesta área. Após atuar em grandes empresas do segmento, como a importadora Expand, abriu há 6 anos a Wine Spanholo, na Mooca (SP). Com um portfólio exclusivo de vinhos finos nacionais e importados, passou a vender para todo o Brasil.

A criação do rodízio de vinhos e outras ações comerciais lhe renderam a comenda Mulher de ucesso, da Assembleia Legislativa de São Paulo, por 2 anos consecutivos. Em 2020, iniciou as atividades da empresa em Salvador e pretende abrir uma loja física na capital baiana em
2021.

*conteúdo patrocinado.

***

Em tempos de coronavírus e desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informação responsável e apurada pela nossa redação que escreve, edita e entrega notícias nas quais você pode confiar. Assim como o de tantos outros profissionais ligados a atividades essenciais, nosso trabalho tem sido maior do que nunca. Colabore para que nossa equipe de jornalistas seja mantida para entregar a você e todos os baianos conteúdo profissional. Assine o jornal.


Relacionadas