Suposto líder do tráfico que ostentava na internet é morto em confronto com a polícia

bahia
19.10.2021, 19:23:00
Atualizado: 19.10.2021, 19:23:19
(Divulgação/SSP)

Suposto líder do tráfico que ostentava na internet é morto em confronto com a polícia

Investigado desde setembro, homem "vivia ostentando armas e desafiando a polícia nas redes sociais", diz delegado de Riacho de Santana (BA)

Considerado um dos líderes do tráfico de drogas no município de Riacho de Santana, no centro-sul da Bahia, foi morto a tiros após confronto com a polícia, na manhã desta terça-feira (19). 
 
Com passagens por venda de entorpecentes e estelionato, o homem foi localizado durante ação conjunta da Delegacia Territorial (DT) de Riacho de Santana e da 38ª Companhia Independente da Polícia Militar (CIPM/Bom Jesus da Lapa). Drogas e armas também foram apreendidas.
 
Segundo o titular da DT do município, delegado Antônio Rosélio Marques, o homem é investigado desde o mês de setembro, após prisão do seu irmão. “Ele vivia ostentando armas e desafiando a polícia nas redes sociais”, disse o delegado.
 
No local apontado como esconderijo do traficante, os policiais afirmam que foram recebidos a tiros e, após revide, o suspeito acabou ferido. “Prestamos socorro para o Hospital Municipal de Riacho de Santana, mas ele não resistiu”, contou o comandante da 38ª CIPM, major Pedro Paulo de Araújo.
 
No local também foram encontrados um revólver calibre 38, 75 trouxas de cocaína, uma balança, dois celulares e um notebook. Os materiais foram encaminhados para a DT e serão enviados para o Departamento de Polícia Técnica (DPT).
 
 

***

Em tempos de coronavírus e desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informação responsável e apurada pela nossa redação que escreve, edita e entrega notícias nas quais você pode confiar. Assim como o de tantos outros profissionais ligados a atividades essenciais, nosso trabalho tem sido maior do que nunca. Colabore para que nossa equipe de jornalistas seja mantida para entregar a você e todos os baianos conteúdo profissional. Assine o jornal.


Relacionadas