Taxista é preso após atropelar quatro pessoas em faixa de pedestre na Bahia

bahia
26.02.2019, 12:21:29

Taxista é preso após atropelar quatro pessoas em faixa de pedestre na Bahia

Duas das vítimas são crianças; elas foram internadas em hospital de Ilhéus

Um taxista de 56 anos foi preso em flagrante em Ilhéus, no Sul da Bahia, depois de atropelar quatro pessoas – entre elas, duas crianças de 4 e 5 anos e uma adolescente de 15 anos – que atravessavam em uma faixa de pedestres da Rua Treze de Maio, no bairro Pontal.

O fato ocorreu na noite de sábado (23) e foi flagrado por uma câmera de segurança, que mostra as vítimas iniciando a travessia, quando são surpreendidas pelo táxi, a uma velocidade entre 40 e 50 km por hora.

As vítimas são a dona de casa Elizabeth Conceição Santos de Jesus, 32, a estudante Carla Bianca dos Santos Lopes, 15, além de Luara, 4, e Manuele, de 5 anos. Nenhuma delas corre risco de morte.

Depois do atropelamento, as vítimas, que tiveram escoriações em diversas partes do corpo, receberam atendimento hospitalar e apenas as crianças ficaram internadas. Havia a suspeita de que Manuele tivesse traumatismo craniano, mas isso foi descartado.

“Elas devem sair amanhã (quarta) do hospital, segundo me disseram os médicos. Elas estão bem, conversando. Foi um susto muito grande pra todos nós, achei que ia morrer”, disse a dona de casa Elisabeth Conceição de Jesus, mãe de Manuele.

A garota chegou a ser arrastada por cerca de cinco metros pelo carro, dirigido por Agnelo Brito Leal, que só parou após populares se atirarem na frente do veículo. Ele responderá por tentativa de homicídio culposo com dolo eventual, segundo a polícia.

“Ele alegou que estava distraído e, quando viu, já estava em cima, e ficou assustado com as pessoas. Por isso, não parou logo”, disse o delegado Evy Paternostro, coordenador da 7ª Coordenadoria de Polícia do Interior (Corpin).

Outros acidentes
No mesmo local do atropelamento já ocorreram diversos acidentes, segundo conta Elisabeth, que voltava de uma padaria quando houve o fato. “Tenho um sobrinho de 15 anos mesmo que já foi atropelado ali tem uns três anos. Quase morreu também”, contou.

A Polícia Civil informou que o motorista do táxi não estava bêbado no momento do fato. Nesta terça-feira (26) ocorrerá audiência de custódia que definirá se ele continua preso ou não.

***

Em tempos de desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informações nas quais você pode confiar. E para isso precisamos de uma equipe de colaboradores e jornalistas apurando os fatos e se dedicando a entregar conteúdo de qualidade e feito na Bahia. Já pensou que você além de se manter informado com conteúdo confiável, ainda pode apoiar o que é produzido pelo jornalismo profissional baiano? E melhor, custa muito pouco. Assine o jornal.


Relacionadas