'Temos que ter equilíbrio', pontua Pivetti após eliminação do Vitória

e.c. vitória
27.08.2020, 08:00:00
Bruno Pivetti levanta o zagueiro Gabriel Furtado após a eliminação (Arisson Marinho/CORREIO)

'Temos que ter equilíbrio', pontua Pivetti após eliminação do Vitória

Leão teve dois jogadores expulsos ainda no 1º tempo contra o Ceará

Em momentos como o que vivemos, o jornalismo sério ganha ainda mais relevância. Precisamos um do outro para atravessar essa tempestade. Se puder, apoie nosso trabalho e assine o Jornal Correio por apenas R$ 5,94/mês.

O início fulminante do Vitória diante do Ceará foi um dos destaques positivos feitos pelo técnico Bruno Pivetti após a derrota por 4x3 no Barradão, na noit de quarta-feira (26). Na avaliação do treinador rubro-negro, a expulsão do centroavante Léo Ceará, após o time ter aberto 2x0 no placar, mudou a história do confronto, que terminou com a eliminação do Leão da Copa do Brasil.

Outro atacante, Vico também foi expulso posteriormente, o que deixou o Vitória com um jogador a menos em campo desde os 37 minutos do primeiro tempo. O time visitante também teve um jogador expulso, o volante Charles, junto com Léo Ceará.

"Nós iniciamos o jogo muito bem. Talvez tenham sido os melhores 20 ou 25 minutos que fizemos até agora. Conseguimos implementar o nosso ritmo, aquilo que desejávamos em termos de intensidade. Fizemos o 2x0 e infelizmente tivemos um jogador expulso. A partir dali o jogo mudou. Sofremos os pênaltis (contra o Vitória) e perdemos mais um jogador. Conseguimos até com um jogador a menos atacar o Ceará, colocamos duas bolas na trave e infelizmente não foi o suficiente para conquistar a vitória e também a classificação", analisou Bruno Pivetti.

"Nós temos que ter equilíbrio no jogo. Deu pra perceber que quando colocamos o nosso ritmo, a nossa intensidade, esse time é muito forte, tanto do ponto de vista ofensivo como defensivo, e agora precisamos de uma maturidade competitiva maior para enfrentar o nosso maior desafio, que é a Série B", projetou o técnico.

Pivetti também ressaltou a vontade dos atletas. "Em relação à entrega e à luta nós não podemos reclamar. Os jogadores demonstraram um alto comprometimento com o projeto do clube. Se entregaram até o final, mas nós sabemos que quando acontece esse tipo de coisa extremamente atípica no futebol a tendência é que o sistema se desorganize. Mesmo assim conseguimos manter um nível de organização", elogiou.

O Vitória volta a jogar sábado (29), às 16h30, quando recebe o Paraná, no Barradão, pela Série B. Com sete pontos, o rubro-negro é o 9º colocado. "O principal objetivo é o acesso. Agora temos as condições de nos dedicarmos apenas à Série B e temos plena convicção de que temos condição de conquistá-lo", afirmou Bruno Pivetti. 

***

Em tempos de coronavírus e desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informação responsável e apurada pela nossa redação que escreve, edita e entrega notícias nas quais você pode confiar. Assim como o de tantos outros profissionais ligados a atividades essenciais, nosso trabalho tem sido maior do que nunca. Colabore para que nossa equipe de jornalistas seja mantida para entregar a você e todos os baianos conteúdo profissional. Assine o jornal.


Relacionadas