Terry Crews grava vídeo expressando solidariedade à família do menino João Pedro

brasil
10.06.2020, 12:25:37
Ator interpreta o Sargento Terry em Brooklyn 99 (Foto: Reprodução)

Terry Crews grava vídeo expressando solidariedade à família do menino João Pedro

Adolescente estava em casa quando foi morto por policiais

Famoso por seus papéis em séries como 'Todo Mundo Odeia o Chris' e 'Brooklyn 99', o ator americano Terry Crews gravou um vídeo manifestando solidariedade à família do adolescente João Pedro, morto aos 14 anos durante operação policial em São Gonçalo, na Região Metropolitana do Rio de Janeiro, no dia 18 de maio.

"Gostaria de demonstrar minha solidariedade para a família de João Pedro. Eu apoio todos vocês em sua luta por justiça e sua luta para terminar a brutalidade policial nos Estados Unidos e no Brasil. Eu apoio os ativistas negros brasileiros, o povo vivendo nas favelas, as mães das vítimas e todos que estão lutando contra o racismo e violência. Obrigado", diz o ator no vídeo. Terry Crews atuou em sucessos de bilheteria no cinema americano como "As branquelas".

Nesta segunda (8), a Polícia Civil adiou a reprodução simulada da operação das polícias Civil e Federal que terminou com a morte do adolescente. A Delegacia de Homicídios de Niterói, São Gonçalo e Itaboraí tinha marcado a diligência do caso para esta terça-feira (9).

A decisão foi tomada após a decisão do Supremo Tribunal Federal que proíbe operações policiais no Estado enquanto durar a pandemia do novo coronavírus.

Na última semana, a Defensoria Pública do Rio, que faz a defesa dos familiares de João Pedro, afirmou que a reprodução simulada, sem que os policiais fossem ouvidos pelo Ministério Público, seria "prematura".

***

Em tempos de desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informações nas quais você pode confiar. E para isso precisamos de uma equipe de colaboradores e jornalistas apurando os fatos e se dedicando a entregar conteúdo de qualidade e feito na Bahia. Já pensou que você além de se manter informado com conteúdo confiável, ainda pode apoiar o que é produzido pelo jornalismo profissional baiano? E melhor, custa muito pouco. Assine o jornal.


Relacionadas