Thaila Ayala é criticada após criar marca inspirada no coronavírus: 'Parabéns, sem noção!'

em alta
08.06.2020, 15:39:00

Thaila Ayala é criticada após criar marca inspirada no coronavírus: 'Parabéns, sem noção!'

Conceito da 'vir.us.2020', nome inicial da marca, era 'viralizar o melhor da vida e construir um novo mundo mais colorido'

Foto: Reprodução/Instagram

A atriz Thaila Ayala virou um dos assuntos mais comentados na internet, nesta segunda-feira (8), após anunciar o lançamento de uma marca de roupas com inspiração no coronavírus. Intitulada inicialmente de "Virus 2020", o conceito da grife, segundo a descrição do perfil no Instagram, é "viralizar o melhor da vida e construir um novo mundo mais colorido". As informações são do portal R7.

"2020: Um vírus fez estremecer o planeta, fechar fronteiras, monitorar governos, segregar pessoas, amedrontar consciências e trancar portas. Imagina quando for o vírus do amor, da empatia e da união entre todos os seres? A Virus 2020 convida vocês para viralizar o melhor da vida e construir um novo mundo mais colorido, vamos juntos!", informava a página.

No perfil do Instagram, Thaila falou sobre a ideia de criar a grife: "Era só um papo de quarentena e aqui estamos nós na terceira semana de produção. Em meio a esse caos nasceu vir.us.2020 com o intuito de trazer conforto e um pouco de alegria pra vocês!".

Entre as peças disponíveis para venda, estão casacos, shorts, calças e camisetas que não saem por menos de R$ 137 e podem custar até R$ 367. Thaila e o marido, Renato Góes, são os modelos da loja, além de Letícia de Sá e Juliana Xavier. 

Apesar das colegas atrizes Isis Valverde e Paloma Bernardi terem amado o conceito, conforme demonstraram em comentários na postagem do Instagram, alguns seguidores criticaram a iniciativa nas redes sociais onde ela foi divulgada. "Parabéns, sem noção!" foi um dos comentários negativos. "A intenção deve ser boa, mas a escolha do nome da marca foi bem infeliz, quando pessoas estão morrendo por vírus. Digo isso já ciente que serei bloqueada, paciência né", comentou outra seguidora. Após a mudança de nome, a maioria dos comentários visíveis na página eram positivos. 

"Que vergonhoso o nome dessa 'marca' em meio a maior pandemia por um virus. Trocadilho de péssimo gosto, assim como as roupas", escreveu um internauta.  "Competição acirrada entre o que é pior: o nome da marca, o  'conceito' ou a roupa", alfinetou mais um. "Esse dinheiro será revertido para algum projeto ou só vai deixar vocês mais ricos enquanto tem gente morrendo?", questionou outro.

Diante da repercussão negativa, Thaila, a princípio, apagou a conta da loja no Instagram. Depois, optou por mudar o nome da marca de "Virus 2020" para "A marca". Confira a postagem mais recente no Instagram.

Ver essa foto no Instagram

????????❤️????????????

Uma publicação compartilhada por AMAR.CA (@amar.ca.2020) em

***

Em tempos de desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informações nas quais você pode confiar. E para isso precisamos de uma equipe de colaboradores e jornalistas apurando os fatos e se dedicando a entregar conteúdo de qualidade e feito na Bahia. Já pensou que você além de se manter informado com conteúdo confiável, ainda pode apoiar o que é produzido pelo jornalismo profissional baiano? E melhor, custa muito pouco. Assine o jornal.


Relacionadas