Traficante é morto em festa de aniversário na Capelinha de São Caetano

salvador
06.03.2018, 14:37:00
(Tailane Muniz/CORREIO)

Traficante é morto em festa de aniversário na Capelinha de São Caetano

De acordo com moradores, vítima não morava no local

A Polícia Civil investiga a morte de Anailton Pereira da Silva, 35 anos, na noite desta segunda-feira (5), na localidade da Capelinha de São Caetano, em Salvador. Segundo testemunhas, a vítima estava em uma festa de aniversário na Rua da Glória, próximo à Escola Municipal Professor Guedes, quando foi surpreendida por homens armados que já desceram do veículo atirando.

Na manhã desta terça-feira (6), moradores ainda estavam assustados com o crime. Sem se identificar, alguns deles comentaram que Anailton, que era conhecido como Cabroró, não morava na localidade. "Ele era traficante, estava perdidão, podia ter morrido em qualquer lugar porque estavam na cola dele. Na certa, seguiram ele ou receberam informações de que ele ia estar na festa", contou uma mulher. 

Procurada pelo CORREIO, a Polícia Civil, por meio de sua assessoria, informou que Anailton tinha "várias passagens por tráfico de drogas" e que é suspeito de comandar o tráfico na localidade do Goró, também na Capelinha de São Caetano. Cabroró recebeu vários tiros na cabeça e rosto, segundo a polícia. 

De acordo com a Polícia Civil, investigadores foram informados, ainda na cena do crime, de que a vítima tinha rivalidade com traficantes da Rua Sirlândia, que fica no mesmo bairro. 

Também em anonimato, outro morador contou à reportagem que pelo menos dois homens chegaram em um carro, não identificado, e já desceram do veículo atirando. Conforme as testemunhas, Anailton estava sentado em uma cadeira plástica, no meio-fio, no momento em que foi surpreendido.

"Tinha muita gente na hora, porque a festa foi aqui na rua mesmo, então foi aquela correria. Todo muito desesperado com os tiros", completou.

(Foto: Reprodução)

Restos de bexigas indicavam o local exato onde ocorreu o aniversário. As marcas de sangue, porém, foram lavadas por moradores da Rua da Glória. "Nós limpamos tudo hoje de manhã, porque ontem ninguém tinha condições. A perícia recolheu as cápsulas. A gente fica assustado porque aqui sempre foi uma rua muito calma, tranquila e familiar", complementou um comerciante.

Em nota, a Polícia Militar informou que recebeu um chamado, por volta das 20h30, com informações de que um homem estava sendo linchado por várias pessoas. "No local, os PMs verificaram que a vítima estava sem sinais vitais por ter sido atingida por disparos de arma de fogo. Em seguida, a guarnição da PM isolou a área e solicitou os agentes do Departamento de Polícia Técnica (DPT) para a remoção corpo", afirmou a PM. 

Ainda de acordo com a polícia, equipes da 9ª Companhia Independente da Polícia Militar (CIPM/São Caetano) realizaram rondas na região, mas ninguém foi encontrado.

Até o meio-dia desta terça-feira (6), o corpo de Anailton permanecia no Instituto Médico Legal Nina Rodrigues (IMLNR), aguardando a liberação da família. O caso é investigado pela 3ª Delegacia de Homicídios (DH) Atlântico, sob a titularidade da delegada Pilly Dantas. 

***

Em tempos de desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informações nas quais você pode confiar. E para isso precisamos de uma equipe de colaboradores e jornalistas apurando os fatos e se dedicando a entregar conteúdo de qualidade e feito na Bahia. Já pensou que você além de se manter informado com conteúdo confiável, ainda pode apoiar o que é produzido pelo jornalismo profissional baiano? E melhor, custa muito pouco. Assine o jornal.


Relacionadas