Transporte complementar terá integração a ônibus e metrô em Salvador

salvador
27.01.2020, 21:10:43
Atualizado: 27.01.2020, 21:20:24

Transporte complementar terá integração a ônibus e metrô em Salvador

Integração completa dos modais começa a partir de 1º de março

Em momentos como o que vivemos, o jornalismo sério ganha ainda mais relevância. Precisamos um do outro para atravessar essa tempestade. Se puder, apoie nosso trabalho e assine o Jornal Correio por apenas R$ 5,94/mês.

Quem usa os ônibus do sistema complementar (Stec), os famosos amarelinhos, e precisa fazer integração com um coletivo do Consórcio Integra ou com o metrô, vai poder economizar em breve. É que será assinado na próxima quarta-feira (29) o Termo de Ajustamente de Conduta (TAC) que prevê a integração completa entre os modais a partir do dia 1º de março. Sendo assim, o usuário vai poder usar um amarelinho, um ônibus convencional e pegar o metrô pagando só uma tarifa de R$ 4. As datas foram definidas durante uma reunião realizada nesta segunda-feira, no Ministério Público.

Atualmente existem 246 amarelinhos em operação na capital baiana. A área de atuação deles é, principalmente, no miolo da cidade e no Subúrbio Ferroviário. De acordo com informações do presidente da Cooperativa dos Permissionários do Sistema de Transporte Alternativo de Salvador (Coopstecs), eles transportam, por dia, entre 95 mil a 98 mil passageiros. Com a integração, dos R$ 4 pagos pela passagem, R$ 1,57 vai para o Stec e o restante vai para o metrô ou ônibus do Consórcio Integra.

De acordo com o secretário de Mobilidade Urbana de Salvador, Fábio Mota, após a formalização do TAC, o próximo passo será o prefeito ACM Neto assinar um documento autorizando a integração. "Com a conclusão do processo teremos a integração mais barata do país. O usuário poderá pegar o ônibus convencional, o complementar e o metrô pagando uma única tarifa. Em outros estados, se paga por integração. A medida vai beneficiar a população mais carente de Salvador, que circula nas áreas mais carentes", avalia o secretário Fábio Mota.

Para o presidente da Coopstecs, a integração vai permitir que eles deixem de continuar perdendo passageiros. "Hoje, o passageiro entra no ônibus e quando descobre que não faz a integração, ele desce. Já chegamos a 140 mil passageiros e agora temos menos de 100 mil. A cada dia o passageiro ia fugindo mais. Pelos estudos que foram feitos, o uso do transporte está sendo otimizado pelo passageiro. Com uma passagem só, ele consegue pegar três transportes. Nossa expectativa é de manter nossos passageiros. Não sabemos ainda como esse desenho vai funcionar", explica Abreu.

A promotora de justiça do Ministério Público, Rita Tourinho, que mediou o acordo explica que a integração foi viabilizar após os permissionários do Stec terem ido ao MP, há mais de um ano, levar essa reivindicação. "Eles entenderam que estavam tendo prejuízo, que a integração não estava completa", informou Tourinho. Segundo ela, a reunião desta segunda-feira (27) estabeleceu os terminos finais do TAC. Entre as regras estabelecidas está a exigência de que os ônibus para estar em circulação devem ter, no máximo, oito anos de uso. Segundo o presidente da cooperativa dos permissionários, apenas 60 veículos da frota não atendem a essa exigência.

No entanto, a promotora Rita Tourinho explicou que os permissionários terão um prazo de 120 dias para se adequar às novas regras. Outra medida definida no TAC é que o município vai abrir uma licitação para o sistema de transporte complementar até novembro. "Hoje eles funcionam sem regulaamemntação. Vão receber agora uma autorização temporária, até q haja a licitação, prevista para ocorrer até o dia 3 de novembro deste ano", informa.

***

Em tempos de coronavírus e desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informação responsável e apurada pela nossa redação que escreve, edita e entrega notícias nas quais você pode confiar. Assim como o de tantos outros profissionais ligados a atividades essenciais, nosso trabalho tem sido maior do que nunca. Colabore para que nossa equipe de jornalistas seja mantida para entregar a você e todos os baianos conteúdo profissional. Assine o jornal.


Relacionadas