Travessia Salvador-Mar Grande segue suspensa; Morro de São Paulo opera com conexão

bahia
05.06.2022, 11:07:00
(Divulgação)

Travessia Salvador-Mar Grande segue suspensa; Morro de São Paulo opera com conexão

As escunas de turismo do "Passeio às Ilhas" também não operam hoje

A Travessia Salvador-Mar Grande segue suspensa neste domingo (5) devido ao tempo chuvoso na capital baiana. A recomendação para que as embarcações não façam a viagem marítima é da Capitania dos Portos.

Suspensa desde a manhã de sábado (4), a travessia não tem previsão de retorno, segundo a Associação dos Transportadores Marítimos da Bahia (Astramab). Segundo a Marinha do Brasil, as condições de navegação na Baía de Todos-os-Santos estão desfavoráveis para o tráfego das embarcações da frota. A previsão é que, hoje, haja rajadas de ventos de até 60 Km/h e ondas de 2,5 metros no litoral da Bahia.  

Também estão paradas neste domingo as escunas de turismo que operam o passeio pelas ilhas da Baía de Todos-os-Santos. Já Morro de São Paulo opera com conexão

Ainda de acordo com a Astramab, a Travessia Salvador-Morro de São Paulo seguirá operando hoje fazendo conexão na cidade de Itaparica. Os catamarãs saem normalmente do Terminal Náutico, atracam no Terminal de Itaparica, de onde os passageiros seguem de ônibus dos operadores da travessia até o Terminal de Ponta do Curral (Valença) e complementam o percurso até o Morro em lanchas rápidas.

Com conexão, o tempo de viagem entre a capital e o Morro de São Paulo dura cerca de 3h e 20m ou, uma hora a mais que a viagem direta de catamarã. Os horários saindo de Salvador, hoje,  são 9h, 10h30 e 14h . As saídas do Morro ocorrem às 9h, 11h30 e 14h.

***

Em tempos de desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informações nas quais você pode confiar. E para isso precisamos de uma equipe de colaboradores e jornalistas apurando os fatos e se dedicando a entregar conteúdo de qualidade e feito na Bahia. Já pensou que você além de se manter informado com conteúdo confiável, ainda pode apoiar o que é produzido pelo jornalismo profissional baiano? E melhor, custa muito pouco. Assine o jornal.


Relacionadas