Tricolor até no nome, Matheus Bahia conta que realizou sonho ao jogar com torcida

e.c. bahia
22.10.2021, 05:00:00
Depois da "estreia" contra o Palmeiras, Matheus Bahia se prepara para um novo encontro com a torcida tricolor (Foto: Felipe Oliveira/EC Bahia)

Tricolor até no nome, Matheus Bahia conta que realizou sonho ao jogar com torcida

Lateral relatou emoção ao ver o torcedor a arquibancada pela primeira vez

Apesar da pouca idade, Matheus Bahia pode dizer que é um privilegiado no futebol. Aos 22 anos, ele está na segunda temporada pelo time principal do Bahia. Em 2021, o lateral esquerdo disputou 41 jogos, marcou dois gols e deu três assistências. Mas só nos últimos dias ele conseguiu realizar um sonho de infância: jogar diante da torcida tricolor. 

Cria das categorias de base do Esquadrão, Matheus é torcedor declarado do Bahia e carrega o nome do clube até no sobrenome, de quem herdou da mãe. Já o amor pelo time do coração veio do pai e do avô. Por isso, ele não escondeu a emoção quando viu o apoio das arquibancadas no empate com o Palmeiras, na Fonte Nova.

“Acho que foi uma experiência única. Incrível, né. Eu sempre falo que sonhei com esse momento, de jogar com a torcida. Porque, quando eu era guri, eu tava na torcida também. Eu, minha família, meu pai, meu avô... Eu tinha na cabeça que eu jogaria com torcida também. Eles apoiarem, chamarem meu nome, elogiar, então, para mim, foi mais um sonho realizado”, explicou o jogador.

Como subiu para o time principal no segundo semestre de 2020, Matheus Bahia precisou esperar mais de um ano para ter a sensação de jogar com público. Por conta da pandemia da covid-19, os jogos estavam sendo realizados com os portões fechados para os torcedores. O retorno da torcida foi liberado apenas no último dia 12, após decreto do governo do estado que autorizou a utilização máxima de 30% da capacidade dos estádios.  
  
No próximo domingo (24), Matheus Bahia vai ter a chance de reencontrar o torcedor. O Esquadrão encara a Chapecoense, às 20h30, na Fonte Nova. Além da festa na arquibancada, a expectativa dos tricolores é por um triunfo sobre o lanterna do Brasileirão. Os três pontos são vitais para o time baiano continuar fora da zona de rebaixamento e, quem sabe, ganhar um respiro na Série A.

“Acho que apesar de eles estarem lá embaixo, vai ser um jogo muito difícil. Se a gente mantiver o pensamento que está jogando contra o lanterna, às vezes as coisas podem não dar certo. A gente tem que manter o mesmo pensamento que teve contra o Palmeiras, contra o Athletico-PR, contra o América-MG. Porque não adianta, se a gente entrar na soberba, a gente vai sair prejudicado”, analisou o lateral.

Idas e vindas
O retorno da torcida do Bahia aos estádios ocorre no momento em que Matheus Bahia voltou a ganhar chance na equipe titular. Depois de terminar o Brasileirão de 2020 em alta e conquistar a Copa do Nordeste, o lateral havia perdido a posição para Juninho Capixaba no final da passagem de Dado Cavalcanti pelo tricolor. 

Com a chegada de Guto Ferreira e o deslocamento de Capixaba para a segunda linha, Matheus Bahia recuperou o posto e vem sendo peça importante no time. Com ele, o Esquadrão conseguiu formar uma defesa mais sólida e está há três jogos sem sofrer gols no Campeonato Brasileiro. Matheus conta que a oscilação entre a titularidade e a reserva deu experiência e ajudou na evolução.  

“Quando vai jogando, vai adquirindo experiência. Fui percebendo cada vez mais que quem mais decide os jogos são os beiradas, jogadores de frente. Se a gente der uma ênfase maior a eles, a gente consegue eliminar eles do jogo, consegue manter um equilíbrio. Então acho que era isso. Eu focava em anular os beiradas, o cara que estava sempre do meu lado”, explicou.

***

Em tempos de coronavírus e desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informação responsável e apurada pela nossa redação que escreve, edita e entrega notícias nas quais você pode confiar. Assim como o de tantos outros profissionais ligados a atividades essenciais, nosso trabalho tem sido maior do que nunca. Colabore para que nossa equipe de jornalistas seja mantida para entregar a você e todos os baianos conteúdo profissional. Assine o jornal.


Relacionadas