Último capítulo? Reunião entre rodoviários e TRT5 pode ser a última antes de greve

salvador
03.06.2021, 21:23:00
Atualizado: 03.06.2021, 22:12:50

Último capítulo? Reunião entre rodoviários e TRT5 pode ser a última antes de greve

Reunião virtual será mediada pelo TRT5

Rodoviários de Salvador e empresários do setor de transporte público na cidade farão a última rodada de conciliação no Tribunal Regional do Trabalho da 5ª Região (TRT5) nessa sexta-feira (4) para tentar um consenso sobre o reajuste salarial da categoria e as formas de pagamento dessa correção. Outras reuniões já aconteceram, sem acordo. A próxima pode ser determinante para a realização ou não de uma greve em Salvador.

Os rodoviários aceitaram o valor de reajuste proposto pelo TRT5, com aumento de 7,59%, mas há discordância em relação ao número de parcelas para esse pagamento. A proposta é de pagamento em três parcelas, mas a categoria exige pagamento direto.

O encontro virtual será mediado pela presidente do TRT-5, Dalila Andrade, que, no início da semana  derrubou a liminar que impedia os rodoviários de deflagrarem greve. Na ocasião, a desembargadora afirmou que é um direito constitucional dos trabalhadores, mas como transporte público municipal é uma atividade essencial, ficou estabelecido que uma eventual paralisação precisa seguir algumas regras.

São elas: pelo menos 60% da frota nos horários de pico (5h às 8h e das 17h às 20h) e 40% nos demais horários. Em caso de descumprimento, a multa estipulada é de R$ 50 mil por dia.

Além disso, o Sindicato também se comprometeu a não parar até o dia da reunião, que inicia às 14h. Caso não haja acordo, a ideia inicial da categoria é fazer reuniões diárias das 4h às 8h para pressionar o patronato com o atraso na saída dos ônibus das garagens.

Caso não seja suficiente, e a categoria continuar liberada para realizar greves, o risco de paralisação é real.

***

Em tempos de coronavírus e desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informação responsável e apurada pela nossa redação que escreve, edita e entrega notícias nas quais você pode confiar. Assim como o de tantos outros profissionais ligados a atividades essenciais, nosso trabalho tem sido maior do que nunca. Colabore para que nossa equipe de jornalistas seja mantida para entregar a você e todos os baianos conteúdo profissional. Assine o jornal.


Relacionadas