Una tem 100% de recuperados de covid-19 e nenhum caso há três semanas

coronavírus
07.06.2020, 11:09:00
Agente da vigilância desinfeta unidade de saúde de Una (Divulgação)

Una tem 100% de recuperados de covid-19 e nenhum caso há três semanas

Município do Sul é vizinho a Ilhéus, que sofre com os casos da doença

Em momentos como o que vivemos, o jornalismo sério ganha ainda mais relevância. Precisamos um do outro para atravessar essa tempestade. Se puder, apoie nosso trabalho e assine o Jornal Correio por apenas R$ 5,94/mês.

Saindo da área de influência de Salvador, as regiões de saúde que mais concentram casos de covid-19 no interior baiano são as de Ilhéus e Itabuna, ambas no Sul do estado. Somadas, tinham 2.334 pessoas contaminadas até o dia 4 (data dos dados fornecidos), 10% do total do estado na ocasião, que era de 23.463.

Região de saúde é uma designação adotada pela Secretaria de Saúde do Estado da Bahia (Sesab), de acordo com a localização dos municípios, e utilizada para distribuir leitos nos hospitais públicos. Ao todo, a Bahia tem 28.

No Sul do estado, apenas a pequena Itaju do Colônia, de 7,2 mil habitantes, a 70 km de Itabuna e a 102 km de Ilhéus, ainda não tem caso confirmado do novo coronavírus. Todos os outros 29 municípios já foram afetados. As regiões, juntas, têm 117 leitos clínicos para covid-19 e 46 de UTI.

A história mais intrigante, no entanto, é de Una. Município vizinho e de forte dependência de Ilhéus, teve apenas seis infectados até o momento, todos recuperados. Com um detalhe: o último caso foi confirmado no dia 14 de maio.

>> Meu vizinho é um perigo: sem covid-19, municípios resistem cercados por cidades infectadas
>> Júlio Croda: "sem leitos de UTI, quem vai morrer mais é a população pobre"

O prefeito Tiago Brischner atribui as três semanas sem registro de novos casos ao fato de ter evitado, até aqui, a transmissão comunitária em Una: “Os nossos residentes contraíram o vírus fora da cidade, lá mesmo foram tratados e já voltaram recuperados. Fizemos testes em todos os munícipes com quem eles tiveram contato e deram negativo”.

Como prevenção, a prefeitura também afastou profissionais de saúde que atuavam tanto em Ilhéus como em Una e aumentou a carga de testes. Já são 253 testes laboratoriais e 395 testes rápidos. A soma de 648 equivale a 3% da população. As barreiras sanitárias entre o município e o vizinho Ilhéus, que tem 664 contaminados, foram reforçadas.

“Essa relação muito próxima com Ilhéus nos preocupa bastante. Não temos como conter o fluxo de pessoas para lá e Itabuna, pois temos questões de trabalho e de serviços, mas posso te assegurar que hoje esse volume é infinitamente menor do que o normal. A gente tem insistido muito na campanha de que não é hora de sair da cidade, não podemos ter contaminação comunitária aqui”, finaliza o prefeito.

Fecha a lista com maiores quantidades de casos o Extremo Sul baiano, com as regiões de saúde de Porto Seguro e Teixeira de Freitas, que somam 851 casos, ou 3,62% do total da Bahia. Na última terça-feira (2), o governador Rui Costa decretou medidas restritivas mais duras para esses locais, incluindo fechamento de comércios não-essenciais e toque de recolher diário das 18h às 5h.

A região possui apenas 20 leitos clínicos voltados para a covid-19, dez em cada sede regional. Entre leitos de UTI, são dez em Porto Seguro e sete em Teixeira de Freitas.

Sem nenhum caso

Apenas duas cidades das 21 daquela região não precisarão aderir ao toque de recolher, justamente por serem as únicas que não tiveram casos de covid-19 até o momento: Itagimirim, de 7,2 mil habitantes, e Jucuruçu, de 9,9 mil.

O caso de Itagimirim chama atenção por ser vizinha e ligada a Eunápolis, de 115 mil habitantes, e que está com 167 casos e dois óbitos. Jucuruçu, por sua vez, tem relação próxima com a cidade vizinha de Itamaraju, de apenas 67 mil habitantes, mas que já teve 160 casos 2 óbitos.

O município de Jequié, sozinho, tem 454 casos, sendo o 6º com mais pessoas infectadas no estado. Como sua região de saúde inclui Ipiaú, município vizinho que tem 245 e é o 8º com mais pacientes de covid-19, aquela divisão sanitária de 26 localidades também tem demandado atenção da Sesab.

São 849 casos acumulados, 3,61% do total da Bahia. Ainda assim, algumas cidades seguem sem casos registrados. Os destaques são Itiruçu, de 13,2 mil habitantes, e Boa Nova, de 14 mil. Elas são os dois municípios daquela área de saúde sem pessoas infectadas.

Todos os casos dos 26 municípios têm como referência o Hospital Geral Prado Valadares, em Jequié. A unidade estadual tem 12 leitos clínicos à disposição para a covid-19 e 19 leitos de UTI.

***

Em tempos de coronavírus e desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informação responsável e apurada pela nossa redação que escreve, edita e entrega notícias nas quais você pode confiar. Assim como o de tantos outros profissionais ligados a atividades essenciais, nosso trabalho tem sido maior do que nunca. Colabore para que nossa equipe de jornalistas seja mantida para entregar a você e todos os baianos conteúdo profissional. Assine o jornal.


Relacionadas