Uneb oferece 5 mil vagas de especialização EaD em Educação Digital

bahia
22.07.2021, 11:15:00
Atualizado: 22.07.2021, 11:22:03
(Foto: Divulgação)

Uneb oferece 5 mil vagas de especialização EaD em Educação Digital

O curso reserva 40% das vagas para negros

Em momentos como o que vivemos, o jornalismo sério ganha ainda mais relevância. Precisamos um do outro para atravessar essa tempestade. Se puder, apoie nosso trabalho e assine o Jornal Correio por apenas R$ 5,94/mês.

A Universidade do Estado da Bahia (Uneb) vai abrir inscrições na próxima segunda-feira (26), para o preenchimento das 5 mil vagas disponíveis em   Especialização EaD em Educação Digital. Trata-se de um curso de pós-graduação lato senso. As oportunidades estão divididas para servidores técnicos e docentes do quadro efetivo da Uneb (70%), candidatos apresentados por instituições parceiras (25%) e demanda social (5%).

“O curso nasce da necessidade de atender à demanda do corpo docente da instituição em relação ao desenvolvimento de competências para uso, na educação, de Tecnologia Digital de Informação e Comunicação. Ao construir o projeto pedagógico, a equipe de professores e técnicos responsável pelo projeto convergiu para a elaboração de uma especialização que viabilizasse a formação para docentes e técnicos universitários”, explica a coordenadora da Universidade Acadêmica de Educação a Distância (Unead) da UNEB, Tânia Benevides.

A gestora destaca que os ajustes, a qualificação e a ampliação da oferta dialogam com a necessidade e as solicitações da comunidade acadêmica de conhecer, debater e experimentar a educação na sua nova configuração digital.

Essa é uma ação conjunta da Unead com a Pró-Reitoria de Gestão e Desenvolvimento de Pessoas (PGDP) da universidade. “Esse curso é o resultado de uma construção intersetorial, com o objetivo de atender a necessidade de uma formação continuada, em um momento que nos impulsiona a encontrar alternativas viáveis e de qualidade para a formação dos servidores da UNEB e da comunidade que a cerca”, destaca a pró-reitora (PGDP), Lilian Encarnação.

Na avaliação da pró-reitora, essa é uma iniciativa que reafirma o compromisso para a consolidação de uma universidade verdadeiramente popular, democrática e inclusiva, na medida em que as tecnologias se apresentam como uma importante ferramenta para agregar valor aos processos de inovação e construção do conhecimento na atual conjuntura.

O curso reserva 40% das vagas para negros e 5% de sobrevagas para cada grupo a seguir: indígenas; quilombolas; ciganos; pessoas com deficiência, transtorno do espectro autista ou altas habilidades; e transexuais, travestis ou transgêneros.

Formato interativo e autoinstrucional
A especialização possui os objetivos principais de preparar profissionais para atuação em ambientes educacionais que adotem a modalidade de educação digital e promover discussões sobre os limites e possibilidade do uso da mediação tecnológica na educação.

O curso foi planejado em formato interativo e autoinstrucional, com apoio de Ambiente Virtual de Aprendizagem (AVA/Moodle) e organização metodológica em trilhas formativas, totalizando carga de 420 horas-aula.

“Pela sua natureza e finalidade, o curso agrega diversos diferenciais, destacando-se a sua natureza autoinstrucional, que possibilitará aos participantes acessar os conteúdos e interagir em qualquer local e a qualquer tempo, dentro da sua disponibilidade”, ressalta o coordenador da pós-graduação, Isaac Douglas Moreira.

Ainda de acordo com o docente, a proposta pedagógica convidará os pós-graduandos a um processo de, não apenas aprendizado, mas de construção do conhecimento. Todos os participantes vão produzir conteúdos digitais ao concluir cada Trilha Formativa, constituindo um portfólio que se consolidará ao final do curso, sempre com o acompanhamento de professores orientadores.

Inscrições e processo seletivo
A Especialização em Educação Digital tem como público-alvo portadores de diploma de curso superior que exerçam atividades em órgãos públicos, do terceiro setor ou da iniciativa privada, e que desejem aprimorar sua formação com o uso da mediação tecnológica.

O período de inscrição se inicia na próxima segunda-feira (26) e segue até o dia 2 de agosto. Para efetivar participação no processo seletivo é necessário enviar a documentação solicitada pelo Edital de Seleção, através do Sistema de Seleção PósGraduação (SSPPG) da UNEB.

O candidato, com deficiência ou não, que necessitar de atendimento especial durante a realização do processo seletivo, poderá solicitar no ato da inscrição. A seleção conta com duas etapas: homologação das inscrições e avaliação da Carta de Intenções e da comprovação de tempo de serviço.

A primeira etapa será realizada no dia 4 de agosto, com possibilidade de interposição de recursos nas duas datas seguintes. A segunda etapa ocorrerá entre os dias 10 e 13 do mesmo mês. Novos recursos podem ser registrados nos dias 17 e 18. O resultado final está previsto para 23 de agosto.

São instituições parceiras da Uneb para a oferta da Especialização em Educação Digital: a Associação Brasileira dos Reitores das Universidades Estaduais e Municipais (Abruem); as Secretarias Estaduais da Educação (SEC-BA), da Administração (Saeb), da Fazenda (Sefaz) e de Planejamento (Seplan); os Polos da Universidade Aberta do Brasil (UAB); e as demais Universidades Estaduais da Bahia (Uesc, Uesb e Uefs).


I

***

Em tempos de coronavírus e desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informação responsável e apurada pela nossa redação que escreve, edita e entrega notícias nas quais você pode confiar. Assim como o de tantos outros profissionais ligados a atividades essenciais, nosso trabalho tem sido maior do que nunca. Colabore para que nossa equipe de jornalistas seja mantida para entregar a você e todos os baianos conteúdo profissional. Assine o jornal.


Relacionadas
  • Assinaturas: 71 3480-9140
  • Anuncie: 71 3203-1812
  • Ache Aqui Classificados: 71 3480-9130
  • Redação: 71 3203-1048