Vacinação contra febre amarela continua em postos de Salvador

salvador
12.03.2018, 19:20:00
(Foto: Mauro Akin Nassor/CORREIO)

Vacinação contra febre amarela continua em postos de Salvador

São 41 postos de saúde oferecendo a vacina na capital; confira lista

A vacina de febre amarela continuará sendo ofertada nos postos de saúde de Salvador, mesmo com o fim da campanha de vacinação contra a doença. A prolongação da data foi realizado pela pasta pela baixa adesão da população: apenas 56% do público-alvo foi imunizado; a meta era chegar a 95%.

São 41 unidades de referência em Salvador, que irão atender os cidadãos entre 8h e 17h (confira lista abaixo). A dose é contraindicada para crianças menores de seis meses, idosos acima dos 60 anos, gestantes, mulheres que amamentam crianças de até seis meses, pacientes em tratamento de câncer e pessoas imunodeprimidas.

“Não temos caso notificado em humanos em Salvador. No entanto, esse ano, o Ministério da Saúde já contabilizou mais de 800 episódios confirmados de febre amarela em todo país. Isso quer dizer que o vírus está circulando dentro do território nacional e a melhor forma de se proteger contra a doença é com a vacinação", esclareceu a subcoordenadora de Imunização da SMS, Doiane Lemos.

A Secretaria Municipal de Saúde (SMS) explica que as vacinas de febre amarela são feitas com microrganismos enfraquecidos ou mortos. “Isso faz com que o corpo de quem recebe a vacina não desenvolva a doença e crie anticorpos para combatê-la. Por isso, a imunização é um dos mecanismos mais eficazes na defesa do organismo contra agentes infecciosos e bacterianos, evitando que a pessoa desenvolva a doença”, diz a pasta em nota.

Apesar de não ter casos de febre amarela em humanos, 140 macacos já foram capturados pelo  Centro de Controle de Zoonoses (CCZ) de Salvador. Do total, 129 estavam mortos e 11 aparentemente doentes. O Laboratório Central do Estado (Lacen) reúne as amostras para verificar as causas das mortes dos animais. Em 2018, ainda não foram confirmados macacos contaminados com febre amarela em Salvador.

***

Em tempos de coronavírus e desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informação responsável e apurada pela nossa redação que escreve, edita e entrega notícias nas quais você pode confiar. Assim como o de tantos outros profissionais ligados a atividades essenciais, nosso trabalho tem sido maior do que nunca. Colabore para que nossa equipe de jornalistas seja mantida para entregar a você e todos os baianos conteúdo profissional. Assine o jornal.


Relacionadas