Vitória empata com o Flu de Feira e é 'tri-eliminado' do Baiano

e.c. vitória
05.05.2021, 21:38:00
Atualizado: 05.05.2021, 23:14:31
Wallace e Alisson Farias lamentam a eliminação do Vitória no Campeonato Baiano (Paula Fróes/CORREIO)

Vitória empata com o Flu de Feira e é 'tri-eliminado' do Baiano

Leão fica fora das semifinais pela terceira vez seguida; Touro é rebaixado

Em momentos como o que vivemos, o jornalismo sério ganha ainda mais relevância. Precisamos um do outro para atravessar essa tempestade. Se puder, apoie nosso trabalho e assine o Jornal Correio por apenas R$ 5,94/mês.

Ninguém comemorou no Barradão. Vitória e Fluminense de Feira empataram em 1x1 na noite desta quarta-feira (5) e, juntos, foram eliminados do Campeonato Baiano. Wallace e Tiago Baiano, de pênalti, construíram o placar no segundo tempo de um jogo marcado por frustrações. 

Pelo terceiro ano seguido, o Vitória está fora das semifinais do estadual. O rubro-negro terminou a fase classificatória na 5ª posição, com 11 pontos. Com apenas seis somados, o Fluminense de Feira amargou a lanterna e o rebaixamento à segunda divisão. 

O Vitória chegou à rodada derradeira da fase classificatória sem depender das próprias forças para avançar. Tinha que vencer o Flu de Feira e torcer por uma combinação de resultados dos adversários. Em meio a um surto de covid-19 no elenco e com 18 desfalques no total, o Leão não conseguiu nem mesmo fazer o dever de casa. 

Com 18 pontos, a Juazeirense terminou a primeira fase na liderança. Em 2º lugar, ficou o Bahia de Feira, com 15, mesma potuação do Bahia, 3º colocado. A quarta vaga ficou com o Atlético de Alagoinhas, que somou 13 pontos. 

As semifinais ficaram assim: Juazeirense x Atlético de Alagoinhas e Bahia de Feira x Bahia. Os jogos de ida serão disputados no próximo final de semana, com os dois Bahia se enfrentando no sábado (8), às 19h30, e Juazeirense x Atlético de Alagoinhas no domingo (9), às 16h. As partidas de volta serão respectivamente na terça (11) e na quarta-feira (12), ambos às 19h30.

O JOGO

A primeira boa investida do Vtória foi com o capitão Wallace. Ele meteu a cabeça na bola após cobrança de escanteio ensaida e até acertou a rede, mas pelo lado de fora. Depois, Ygor Catatau bateu na entrada da área, mas o goleiro Weyde defendeu. 

O Fluminense de Feira ameaçava muito pouco, mas Arnold aproveitou falha da defesa rubro-negra para finalizar. Edi Carlos, no meio do caminho, impediu que a bola chegasse à meta. 

O domínio do jogo e das ações ofensivas era do Vitória, mesmo que o time não aprentasse futebol suficiente para empolgar. Após se livrar da marcação, Aníbal exigiu mais uma defesa de Weyde. De cabeça, Mateus Moraes mandou para fora. Em um dos últimos lances do primeiro tempo, Wesley Pionteck lançou Ygor Catatau e ele serviu Aníbal, mas o chute foi desviado pela defesa do time feirense.  

O Vitória voltou do intervalo a todo vapor. Antes do cronômetro completar o primeiro minuto de bola rolado, Alisson Farias aproveitou cruzamento de Ygor Catatau e obrigou Weyde a fazer boa defesa. Na sequência, o próprio Alisson Farias tabelou com Cedric e chutou, só que mais uma vez o goleiro do time feirense levou a melhor. 

Em nova investida perigosa, Cedric deixou Aníbal Vega de cara para o gol, mas o centroavante bateu para fora. Tudo isso em apenas três minutos. Um pouco depois, Aníbal se apresentou na área outra vez, sentou o pé e viu Weyde defender. 

Wallace abriu o placar para o Vitória
(Foto: Paula Fróes/CORREIO)

O gol do Vitória não foi assinado por um atacante. Aos 18 minutos, o zagueiro Wallace marcou o primeiro tento dele na temporada. Após cobrança de escanteio, a bola ficou viva na área até Ygor Catatau ajeitar de cabeça e o capitão empurrar para a rede: 1x0.

O Fluminense tentou o empate com Arnold, que mandou uma bomba de longe e exigiu boa defesa de Cabral. A estreia como jogador profissional do goleiro rubro-negro também foi marcada por um pênalti cometido por ele. Jacson invadiu a área, o arqueiro saiu mal e o derrubou. Tiago Baiano cobrou, a bola bateu no travessão e entrou: 1x1. Nos acréscimos, Arnold ainda teve a chance de virar o placar, mas Cabral evitou. 

Pênalti do goleiro João Cabral em Jacson gerou o gol de empate do Fluminense 
(Foto: Paula Fróes/CORREIO)


FICHA TÉCNICA

Vitória 1x1 Fluminense de Feira - 9ª rodada do Campeonato Baiano

Vitória: Cabral, Edi Carlos, Mateus Moraes, Wallace e Roberto (Pedrinho); Paulo Vitor (Ruan Nascimento), Cedric e Alisson Farias; Wesley Pionteck (Caíque Souza), Aníbal e Ygor Catatau (Alisson Santos). Técnico: Rodrigo Chagas.

Fluminense: Weyde, Tiago Baiano, Andreson, Rodrigo Lacraia e Arnold; Pantico, Michel Pires e Kariri; Emerson Catarina (Murilo), Cristian Roque (Jacson Baiano) e Guilherme Quijingue (Matheus Farinha). Técnico: Índio Ferreira.

Estádio: Barradão, em Salvador
Gol: Wallace, aos 18 minutos, e Tiago Baiano, aos 41 do 2º tempo
Arbitragem: Emerson Ricardo de Almeida Andrade, auxiliado por Elicarlos Franco de Oliveira e Edevan de Oliveira Pereira.

***

Em tempos de coronavírus e desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informação responsável e apurada pela nossa redação que escreve, edita e entrega notícias nas quais você pode confiar. Assim como o de tantos outros profissionais ligados a atividades essenciais, nosso trabalho tem sido maior do que nunca. Colabore para que nossa equipe de jornalistas seja mantida para entregar a você e todos os baianos conteúdo profissional. Assine o jornal.


Relacionadas