Vitória ficou perto de ser campeão da Série C de 2006; relembre

e.c. vitória
04.12.2021, 06:05:00
Leandro Domingues anotou 15 gols na Série C de 2006 (Arquivo Correio)

Vitória ficou perto de ser campeão da Série C de 2006; relembre

Leão terminou campeonato na segunda colocação, atrás apenas do Criciúma, e subiu para a Série B do ano seguinte

O Vitória está de volta à Série C após 16 anos. O Leão não resistiu em seu terceiro ano seguido na luta contra o rebaixamento e caiu para a terceira divisão de 2022. Será a segunda vez que o rubro-negro disputará a competição. A primeira aconteceu em 2006, e o time baiano conseguiu o acesso.

O clube ficou com a segunda colocação naquela edição, atrás apenas do campeão Criciúma. Com o vice-campeonato, garantiu o retorno à Série B em 2007. O time, aliás, tinha nomes hoje bem conhecidos do torcedor rubro-negro: o goleiro Emerson, o lateral Apodi, o zagueiro David Luiz (na época ainda uma revelação da base), os volantes Vanderson e Preto Casagrande, o meia Leandro Domingues, os atacantes Índio e Marcelo Moreno, entre outros jogadores do elenco.

David Luiz em treino do Vitória em 2006
(Foto: Claudionor Junior/Arquivo Correio)

A edição da terceira divisão de 2006 foi disputada em quatro fases. A primeira tinha 64 equipes divididas em 16 grupos de quatro. Os times jogavam entre si e avançavam os dois melhores de cada chave. Na segunda fase, o sistema era parecido. Os 32 classificados foram separados em oito grupos de quatro, que também duelavam entre si. Mais uma vez, passavam para a etapa seguinte os dois melhores.

Na terceira fase, eram quatro grupos de quatro, e o top 2 de cada chave garantia a vaga na etapa final, o octogonal. Esses oito times jogavam todos contra todos, em ida e volta. Os quatro mais bem colocados conquistavam a vaga na Série B de 2007.

Estreia fora de casa

O pontapé inicial do Vitória na Série C de 2006 foi dado longe dos seus domínios. No estádio Batistão, em Aracaju, o Leão enfrentou o Pirambu e saiu com o empate em 1x1. Na sequência, o time voltou ao Barradão e aplicou 3x0 sobre o conterrâneo Ipitanga. A casa rubro-negra, aliás, foi palco também das vitórias sobre Coruripe, por 1x0, e Pirambu, por 2x0.

Torcida encheu o Barradão em vários jogos
(Foto: Marcio Costa e Silva/Arquivo Correio)

A equipe terminou a primeira fase na liderança do Grupo 8, com 11 pontos nos seis jogos disputados, e avançou para a etapa seguinte.

Campanha do Vitória na primeira fase:

  • Pirambu 1x1 Vitória - Batistão (Aracaju, SE)
  • Vitória 3x0 Ipitanga - Barradão
  • Coruripe 3x3 Vitória - Gérson Amaral (Coruripe, AL)
  • Vitória 1x0 Coruripe - Barradão
  • Ipitanga 2x1 Vitória - Municipal de Madre de Deus
  • Vitória 2x0 Pirambu - Barradão

Líder de novo

Na segunda fase, o Vitória também terminou na liderança - dessa vez, com uma campanha muito melhor como visitante. Estreou aplicando 3x0 no Porto de Caruaru, em Pernambuco e, em seguida, acumulou duas derrotas em casa, para Confiança e Ferroviário. Mas o Leão se recuperou e ganhou as três partidas seguintes, somando 12 pontos no Grupo 20.

Campanha do Vitória na segunda fase:

  • Porto 0x3 Vitória - Antônio Inácio (Caruaru, PE)
  • Vitória 1x2 Confiança - Barradão
  • Vitória 2x3 Ferroviário - Barradão
  • Ferroviário 1x3 Vitória - Presidente Vargas (Fortaleza, CE)
  • Confiança 0x3 Vitória - Batistão (Aracaju, SE)
  • Vitória 2x0 Porto - Barradão

Vaga na fase final

Na terceira fase, o Vitória teve um começo um pouco conturbado. Estreou perdendo do Tuna Luso por 3x2, no Pará, e empatou na sequência com o Treze, no Barradão. Mas ganhou do River em dois jogos seguidos, por 3x2 em casa e 4x3 no Piauí, e se recolocou na briga pela vaga no octogonal. Depois de ficar no 0x0 com o Treze e bater a Tuna Luso por 3x0, o Leão avançou ao octogonal final.

Campanha do Vitória na terceira fase:

  • Tuna Luso 3x2 Vitória - Francisco Vasques (Belém, PA)
  • Vitória 1x1 Treze - Barradão
  • Vitória 3x2 River - Barradão
  • River 3x4 Vitória - Lindolfo Monteiro (Teresina, PI)
  • Treze 0x0 Vitória - Amigão (Campina Grande, PB)
  • Vitória 3x0 Tuna Luso - Barradão
Vitória diante do Ipatinga, na fase final da Série C
(Foto: Arquivo Correio)

Vice-campeão

Após avançar como líder nas três primeiras fases, chegava a hora do Vitória disputar o octogonal decisivo. O time começou bem: ganhando do Brasil de Pelotas, no Rio Grande do Sul, por 1x0. Mas a sequência foi instável. Nos cinco duelos seguintes, o Leão acumulou uma vitória, um empate e três derrotas - incluindo para o arquirrival, o Bahia, no Barradão.

Três dias depois, o clássico seria reeditado, dessa vez no Joia da Princesa, em Feira de Santana. E quem se deu melhor foi o Vitória: o rubro-negro devolveu o placar de 2x1 ao tricolor e iniciou uma ótima recuperação. Em seguida, foram quatro vitórias consecutivas, incluindo 4x2 sobre o Treze, fora de casa, e a goleada por 4x0 contra o Ferroviário, no Barradão.

Índio em lance da goleada sobre o Ferroviário
(Foto: Marcio Costa e Silva/Arquivo Correio)

No penúltimo duelo, o Leão sofreu uma sonora derrota para o Criciúma, por 6x0, o que fez o time catarinense ser campeão da Série C 2006. O rubro-negro, porém, já tinha garantido, com antecedência, o sonhado retorno à Série B. Na rodada final, o Vitória ganhou mais uma, por 2x0, sobre o Brasil de Pelotas, no Barradão.

Além do vice-campeonato, o Leão também teve o vice-artilheiro: Leandro Domingues, com 15 gols, apenas um a menos que Sorato, do Bahia. Outros goleadores da equipe foram Índio, com 13 gols, e Marcelo Moreno, com 12.

Campanha do Vitória na fase final:

Brasil 0x1 Vitória - Bento Freitas (Pelotas, RS)
Vitória 0x0 Criciúma - Barradão
Ferroviário 3x1 Vitória - Presidente Vargas (Fortaleza, CE)
Vitória 2x0 Treze - Barradão
Ipatinga 2x1 Vitória - Ipatingão (Ipatinga, MG)
Vitória 1x2 Grêmio Barueri - Barradão
Vitória 1x2 Bahia - Barradão
Bahia 1x2 Vitória - Joia da Princesa (Feira de Santana)
Grêmio Barueri 0x1 Vitória - Parque Antártica (São Paulo, SP)
Vitória 3x0 Ipatinga - Barradão
Treze 2x4 Vitória - Amigão (Campina Grande, PB)
Vitória 4x0 Ferroviário - Barradão
Criciúma 6x0 Vitória - Heriberto Hülse (Criciúma, SC)
Vitória 2x0 Brasil - Barradão

***

Em tempos de desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informações nas quais você pode confiar. E para isso precisamos de uma equipe de colaboradores e jornalistas apurando os fatos e se dedicando a entregar conteúdo de qualidade e feito na Bahia. Já pensou que você além de se manter informado com conteúdo confiável, ainda pode apoiar o que é produzido pelo jornalismo profissional baiano? E melhor, custa muito pouco. Assine o jornal.


Relacionadas