Vitória reencontra o Ceará em jogo decisivo da Copa do Nordeste

e.c. vitória
25.07.2020, 05:02:00
Jordy Caicedo balançou a rede no recomeço da Copa do Nordeste, contra o Botafogo-PB (Letícia Martins / ECVitória)

Vitória reencontra o Ceará em jogo decisivo da Copa do Nordeste

Carrasco rubro-negro no regional é adversário das quartas de final, às 16h, em Pituaçu

Não é preciso recorrer à calculadora ou ficar ligado nos outros resultados. A matemática da fase mata-mata da Copa do Nordeste é simples. Quem vencer o jogo único das quartas de final, garante vaga nas semis e segue na briga pela taça do torneio. É nesse clima de decisão que o Vitória reencontra um carrasco. Às 16h deste sábado (25), o rubro-negro encara o Ceará. Nesta década, o alvinegro eliminou o rubro-negro no regional por três anos consecutivos, em 2013, 2014 e 2015.

A diferença é que nestas edições a vaga foi definida após dois jogos, ida e volta. Em 2013 e 2014, as equipes também se esbarraram nas quartas de final. Ambas as vezes o Vitória foi eliminado após ser goleado na segunda partida.  Primeiro por 4x1, no Barradão, e no ano seguinte por 5x1, no Presidente Vargas. Em 2015 foram dois empates, por 0x0, no Castelão, e 2x2, no Barradão, com avanço do time cearense pelo critério de gols marcados como visitante.

O confronto dá a chance ao Leão de mudar os rumos do histórico do duelo na competição e os números apontam equilíbrio entre as equipes. Na fase de grupos, Vitória e Ceará tiveram campanhas praticamente iguais. Somaram os mesmos 14 pontos, venceram três vezes, empataram cinco e não perderam - são os únicos invictos na atual edição. Ambos tiveram seis gols de saldo e a equipe cearense só ficou uma posição acima da baiana na tabela de classificação, em segundo lugar, porque marcou mais gols: 15 contra 11.O líder foi o Confiança, também com 14 pontos e um triunfo a mais.

Esse quesito de desempate faz o Ceará ter melhor campanha e, consequentemente, o direito do mando de campo. Por isso, a partida será disputada no estádio de Pituaçu e não no Barradão. Por causa da pandemia de coronavírus, a fase final do regional está tendo a Bahia como sede única.  

“Vamos respeitar o Ceará, mas fazer o nosso melhor. A concentração e a vontade dos jogadores têm que ser mais determinantes que qualquer aspecto. Que nós possamos fazer um grande jogo”, projeta o zagueiro Maurício Ramos.

O encontro deste sábado será o segundo na temporada. Vitória e Ceará também estão brigando por vaga na quarta fase da Copa do Brasil e se enfrentaram em 12 de março, antes da paralisação dos campeonatos, consequência da pandemia. O Vozão levou a melhor e venceu o jogo de ida por 1x0, no estádio Castelão, em Fortaleza, com gol de Rafael Sóbis. 

O resultado dá a vantagem do empate ao Ceará e exige que o Vitória vença no Barradão por dois gols de diferença para seguir no torneio nacional. Triunfo rubro-negro por apenas um gol de diferença leva a decisão para os pênaltis. Adiado, o jogo de volta ainda não tem data definida, mas a Copa do Brasil será recomeçada em 26 de agosto.   

Ao contrário do que ocorreu na Copa do Brasil, na do Nordeste o Leão não terá chance de correr atrás do prejuízo, pois é jogo único. É bater a equipe cearense ou seguir com ela entalada na garganta por mais um tempo. Caso a partida termine empatada, a vaga nas semifinais será definida por pênaltis. Por isso, os jogadores rubro-negros aprimoraram as cobranças no treino de sexta-feira (24) à tarde, o último antes da decisão.

O técnico Bruno Pivetti não contará com o atacante Vico, suspenso. Felipe Garcia deve ser o substituto. O restante do time não deve sofrer alteração e, portanto, o a provável escalação tem Ronaldo, Van, João Victor, Maurício Ramos e Thiago Carleto; Guilherme Rend, Rodrigo Andrade e Fernando Neto; Felipe Garcia, Jordy Caicedo e Alisson Farias.

“Estamos preparados e todo mundo está concentrado para esse jogo contra o Ceará. Vamos entrar focados e o Vitória vai fazer o seu melhor. Peço aos torcedores que, em suas casas, torçam por nós. Vamos correr por vocês”, promete o capitão Maurício Ramos.

***

Em tempos de desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informações nas quais você pode confiar. E para isso precisamos de uma equipe de colaboradores e jornalistas apurando os fatos e se dedicando a entregar conteúdo de qualidade e feito na Bahia. Já pensou que você além de se manter informado com conteúdo confiável, ainda pode apoiar o que é produzido pelo jornalismo profissional baiano? E melhor, custa muito pouco. Assine o jornal.


Relacionadas