Vitória tem sequência contra dois times do Z4 e três do G8

e.c. vitória
07.06.2022, 15:38:00
Gabriel Santiago é uma das apostas do técnico Fabiano Soares para furar a defesa dos adversários (VICTOR FERREIRA / ECV)

Vitória tem sequência contra dois times do Z4 e três do G8

Primeiro adversário é o Atlético-CE, sábado (11), às 19h, em Fortaleza

O Vitória ainda tenta embalar na Série C do Brasileiro. Com 10 pontos, o rubro-negro ainda não conseguiu se tornar um dos protagonistas da competição. Em 13º lugar, o time comandado por Fabiano Soares é até aqui um mero coadjuvante e está próximo tanto do Z4 como do G8. Um ponto separa o Leão da zona de rebaixamento e três do grupo de times que vão brigar pelo acesso na próxima fase do torneio nacional. 

Para tirar a corda do pescoço e se reabilitar na competição após a derrota para o Volta Redonda, diante de 28 mil torcedores, no Barradão, o Vitória precisará se impor diante dos adversários e embalar sequência de respeito. A tabela mostra que, ao menos na teoria, os três próximos jogos se apresentam como ideais para o Leão colocar isso em prática. 

Nas três próximas rodadas da Série C, o Vitória vai encarar times que estão na segunda metade da tabela e dois deles amargam a zona de rebaixamento. O primeiro deles é o Atlético-CE, adversário de sábado (11), às 19h, no estádio Presidente Vargas, em Fortaleza. O time cearense é o 18º colocado, tem oito pontos, um aproveitamento de apenas 29.6% e ainda não venceu como mandante na competição. 

Depois, o Vitória receberá no Barradão um rival que tem campanha semelhante à dele. Com 11 pontos, o Botafogo-SP está uma posição acima, em 12º lugar. O rival venceu apenas um dos cinco jogos que fez como visitante. Acumula também um empate e três derrotas. 

Na sequência, o Leão volta a enfrentar uma equipe que apresentou pouquíssima força até o momento, o Altos. O representante do Piauí amarga a vice-lanterna, com apenas sete pontos. O jogo vai ser no estádio Lindolfo Monteiro, onde o dono da casa tem dois triunfos e duas derrotas. 

O ideal é que a equipe comandada por Fabiano Soares consiga pontuar bem nos três próximos jogos, porque a sequência que abre o mês de julho promete ser uma pedreira. Da 13ª à 15ª rodadas, o Vitória só vai encarar times que atualmente estão no G8. 

O primeiro deles será o Figueirense, hoje 6º colocado, dono de 16 pontos e 59.3 % de aproveitamento. A partida abre os jogos de julho, no feriado do dia 2, no Barradão. O time catarinense tem a terceira melhor campanha como mandante da competição.

Depois, a delegação rubro-negra vai até o Sul do país enfrentar o São José, no estádio Francisco Novelletto. É o time que está brigando para se manter no G8, na 8ª colocação, com 13 pontos. 

Fechando a sequência, nada mais do que o vice-líder da Série C, o Paysandu, com 66.7 % de aproveitamento. Na busca pelo topo da tabela, o time paraense tem 18 pontos, dois a menos que o líder Mirassol. O jogo no Barradão será mais uma oportunidade para o rubro-negro provar sua força diante da torcida.  

Os próximos adversários do Vitória na Série C:

Atlético-CE
18º colocado | 8 pontos | 29.6% de aproveitamento
Jogo da 10ª rodada, no estádio Presidente Vargas - 11/06

Botafogo-SP
12º colocado | 11 pontos | 40.7% de aproveitamento
Jogo da 11ª rodada, no Barradão - 19/06

Altos
19º colocado | 7 pontos | 25.9 % de aproveitamento
Jogo da 12ª rodada, no estádio Lindolfo Monteiro - 25/06

Figueirense
6º colocado | 16 pontos | 59.3 % de aproveitamento
Jogo da 13ª rodada, no Barradão - 02/07

São José-RS
8º colocado | 13 pontos | 48.1 % de aproveitamento
Jogo da 14ª rodada, no estádio Francisco Novelletto - 10/07

Paysandu
2º colocado | 18 pontos | 66.7 % de aproveitamento
Jogo da 15ª rodada, no Barradão - 17/07

***

Em tempos de desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informações nas quais você pode confiar. E para isso precisamos de uma equipe de colaboradores e jornalistas apurando os fatos e se dedicando a entregar conteúdo de qualidade e feito na Bahia. Já pensou que você além de se manter informado com conteúdo confiável, ainda pode apoiar o que é produzido pelo jornalismo profissional baiano? E melhor, custa muito pouco. Assine o jornal.


Relacionadas