Vitória terá a vantagem de uma semana livre antes do clássico

e.c. vitória
03.02.2020, 07:30:00
Atualizado: 03.02.2020, 09:38:14
Van é titular da lateral direita do rubro-negro (Foto: Leticia Martins/EC Vitória)

Vitória terá a vantagem de uma semana livre antes do clássico

Primeiro Ba-Vi do ano é sábado (8), pela Copa do Nordeste; Bahia joga pela Copa do Brasil antes

Em momentos como o que vivemos, o jornalismo sério ganha ainda mais relevância. Precisamos um do outro para atravessar essa tempestade. Se puder, apoie nosso trabalho e assine o Jornal Correio por apenas R$ 5,94/mês.

Quando se fala de ganhar um clássico com a rivalidade do tamanho de um Ba-Vi, qualquer vantagem vale. E o Vitória já tem algo no qual focar: terá uma semana inteira livre de treinamentos antes de enfrentar o Bahia, sábado, às 18h, na Fonte Nova. O clássico, pela terceira rodada da Copa do Nordeste, será o primeiro do ano.

O time principal do Vitória, treinado por Geninho, entrou em campo pela última vez no sábado, quando empatou em 1x1 com o Sport. Como o duelo pela primeira fase da Copa do Brasil, contra a Imperatriz, é apenas no dia 11 de fevereiro, o rubro-negro não terá compromisso no meio da semana.

O mesmo não pode ser dito do Bahia. A equipe principal, treinada por Roger Machado, entrou em campo pela última vez na terça-feira (28), quando bateu o mesmo Imperatriz por 2x0, em Pituaçu, pela Copa do Nordeste.

O Esquadrão, no entanto, terá um duelo importante na quarta-feira (4), quando visita o River em Teresina, às 21h30, em duelo único pela primeira fase da Copa do Brasil.

Pela ótica rubro-negra, a missão do técnico Geninho, portanto, é usar bem a semana livre para aparar arestas do time, que ainda não venceu em 2020. Menos mal que foram apenas dois jogos, ambos pelo Nordestão: 0x0 com o Fortaleza e 1x1 com o Sport.

O tabu no Ba-Vi, no entanto, é muito maior. O Vitória não ganha do seu maior rival desde 27 de março de 2017, quando deu 2x1 no Barradão, pela semifinal da Copa do Nordeste. Depois dali, o Bahia emendou a sequência atual de 12 duelos sem perder. Foram seis triunfos tricolores e seis empates no período. Em relação ao mando de campo nessa sequência, sete clássicos foram na Fonte Nova e cinco no Barradão.

Ao longo da semana passada, Geninho teve a confirmação de que o goleiro Martín Rodríguez e o atacante Jordy Caicedo vão ter que passar por cirurgia e, por outro lado, recebeu dois reforços que ainda não estrearam em 2020: o atacante Rodrigo Carioca, curado de uma lesão muscular, e o volante Rodrigo Andrade, que estava com desconforto na panturrilha.

Resta ainda a recuperação de dois atletas. Um deles é o atacante Felipe Garcia, que tem um estiramento muscular na coxa. O retorno dele a tempo para o Ba-Vi é improvável. O outro é o lateral Rafael Carioca, que tem chance de ficar à disposição, mas é reserva de Thiago Carleto.

Felipe Garcia está lesionado e segue como dúvida para o técnico Geninho (Foto: Leticia Martins/EC Vitória)

O atacante Ruan Levine, que atuou no segundo tempo contra o Sport, será avaliado pelo departamento médico hoje. Ele deixou o campo da Arena de Pernambuco sentindo dor na coxa direita. Se a lesão muscular for confirmada, será mais um desfalque para Geninho.

Fechando a lista, o atacante Léo Ceará, que acabou colocado para treinar com o time de aspirantes até que renove o contrato. Se o jogador resolver a situação ao longo da semana, é possível que retorne a tempo de disputar o Ba-Vi na Fonte Nova.

O fato é que, se não tiver nenhum outro desfalque, o técnico rubro-negro deve repetir a equipe que empatou com o Sport: Ronaldo; Van, João Victor, Maurício Ramos e Thiago Carleto; Guilherme Rend, Gerson Magrão e Fernando Neto; Vico, Júnior Viçosa e Alisson Farias.

***

Em tempos de coronavírus e desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informação responsável e apurada pela nossa redação que escreve, edita e entrega notícias nas quais você pode confiar. Assim como o de tantos outros profissionais ligados a atividades essenciais, nosso trabalho tem sido maior do que nunca. Colabore para que nossa equipe de jornalistas seja mantida para entregar a você e todos os baianos conteúdo profissional. Assine o jornal.


Relacionadas