Vitrines virtuais: como criar diferenciais?

empregos
19.07.2021, 06:00:00
Vitrines virtuais passaram a desempenhar o papel das vitrines físicas para atrair clientes e transformar o interesse em compra (Shutterstock/reprodução)

Vitrines virtuais: como criar diferenciais?

Responsáveis por atrair e transformar o interesse em compra, as vitrines virtuais cresceram junto com a digitalização no mundo

Em momentos como o que vivemos, o jornalismo sério ganha ainda mais relevância. Precisamos um do outro para atravessar essa tempestade. Se puder, apoie nosso trabalho e assine o Jornal Correio por apenas R$ 5,94/mês.

O advento da pandemia fez com inúmeros produtos e serviços migrassem para as plataformas digitais, forçando os empreendedores a terem um cuidado ainda maior na hora de apresentar suas realizações nas redes sociais e sites. Na verdade, as chamadas vitrines virtuais têm sido uma estratégia cada vez mais usada para ganhar a preferência do público e ganhar diferenciais frente a concorrência. 

Mas você sabe o que é necessário para garantir uma boa vitrine no ambiente digital? O Jornal Correio ouviu três especialistas em imagem – a saber: uma fotógrafa Kaila Campos, o publicitário Wil Machado e o arquiteto Márcio Barreto - e reuniu dicas preciosas para ganhar atenção da clientela no ambiente virtual.  

“Antes da pandemia, as fachadas de loja e a vitrine eram as responsáveis por capturar os olhares dos consumidores. Hoje, a vitrine virtual tem o papel tão, ou mais, importante para realizar essa tarefa e converter a admiração em venda”, diz Wil Machado. Para o publicitário, os fatores principais para a preparação de uma boa vitrine virtual seria o cuidado com a qualidade das imagens, o ângulo escolhido, o cuidado com os detalhes e um conteúdo relevante. 

O publicitário Wil Machado chama a atenção para importância do cenário com ambiente limpo e ordeiro, além dos detalhes que vão compor a imagem (Foto: Denisson Monteiro/Divulgação)

Á prova de erros

Márcio Barreto completa lembrando que junto com a qualidade das imagens e do conteúdo, é necessário atentar para como tudo isso será disponibilizado para o cliente. “Padronizar ou criar um esquema de cores é uma ótima solução para apresentar de forma organizada o seu produto, tornando a visualização mais agradável e fazendo o consumidor ficar mais tempo na sua loja on-line e consequentemente, adquirindo mais produtos”, orienta. 

O arquiteto Márcio Barreto sugere a escolha de uma paleta de cores que possibilite a identificação dos produtos com uma marca (Foto: Renato Rebouças/Divulgação)

Para o arquiteto, a junção de imagens de qualidades, nítidas sobre os produtos e informações que não gerem dúvidas no consumidor fazem uma estratégia à prova de erros. “Nas minhas vitrines virtuais uso muito o artificio das imagens ‘Antes & Depois’, isso ajuda muito ao meu público entender todas as modificações que foram feitas no espaço e a imagem do ‘antes’ dispara um gatilho de que o serviço também está ao alcance”, ensina.    

A fotógrafa Kaila Campos faz questão de ressaltar que na vitrine virtual, assim como na física, deve ficar exposto sempre o melhor do seu produto, com as principais informações, tornando o espaço o mais atrativo possível. “Se o empreendedor possui uma loja de moda praia, por exemplo, é possível expor só o produto como também o uso daquelas peças, sempre tendo como cenário os ambientes onde, normalmente, elas apareceriam como num banho de sol na praia, uma prática esportiva ou em um local turístico da sua cidade”, sugere.

Escolha certa

Ela lembra que na hora de montar a vitrine virtual, o empreendedor precisa fugir de locais sujos, desorganizados, fotografias com baixa qualidade ou ainda fazer uso de imagens de outras empresas. 

A fotógrafa Kaila Campos lembra a importância de buscar profissionais de fotografia com um perfil e uma uma proposta próximos aos valores da marca (Foto: João Miguel Nunes/Divulgação)

Para a fotógrafa, na hora de buscar profissionais da fotografia, vale investir naqueles cuja linha de trabalho se relacione com a identidade da marca. 
“É importante ter acesso ao portfólio do profissional para ter a certeza se ele irá atender melhor as suas expectativas”, explica, salientando que os valores dos serviços variam de acordo com o profissional e a especificidade da produção desejada pelo cliente. Segundo Kaila, os valores podem variar com investimentos a partir de R$ 500. 

Márcio Barreto defende ainda que a imagem apresentada de forma on-line deve representar o mais fiel possível o produto que será entregue ao cliente. “Imagens sem qualidade, muito claras ou escuras, pixeladas e muitas vezes muito manipuladas digitalmente o que acabam mudando totalmente o aspecto real do produto e criando um sentimento de frustração no consumidor ao adquiri-lo”, finaliza.

Como fazer?

1.    Escolha o melhor para apresentar

2.    Busque os cenários que mais dialoguem com seu produto e/ou serviço

3.    Dê preferência a contratação de profissionais com uma proposta parecida com a da marca que terá a vitrine

4.    Se não houver a possibilidade de contratação, estude um pouco mais sobre ângulo e iluminação

5.    Lembre-se que a primeira impressão é marcante, então cause sempre a melhor 

6.    Na hora de montar a vitrine virtual, atente que o conteúdo também é importante, pois agrega um serviço ou informação ao produto

7.    Tenha muito cuidado na hora de usar filtros ou modificar digitalmente às imagens para não gerar uma expectativa que não será alcançada pelo cliente. Seja honesto!

***

Em tempos de coronavírus e desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informação responsável e apurada pela nossa redação que escreve, edita e entrega notícias nas quais você pode confiar. Assim como o de tantos outros profissionais ligados a atividades essenciais, nosso trabalho tem sido maior do que nunca. Colabore para que nossa equipe de jornalistas seja mantida para entregar a você e todos os baianos conteúdo profissional. Assine o jornal.


Relacionadas
  • Assinaturas: 71 3480-9140
  • Anuncie: 71 3203-1812
  • Ache Aqui Classificados: 71 3480-9130
  • Redação: 71 3203-1048