Wanderson lamenta chances perdidas em derrota para o Atlético

e.c. bahia
23.07.2020, 18:15:00
Atualizado: 23.07.2020, 18:29:49
Atlético derrotou o Bahia em Pituaçu (Felipe Oliveira / EC Bahia)

Wanderson lamenta chances perdidas em derrota para o Atlético

Na avaliação do zagueiro, Bahia não soube aproveitar as oportunidades; time perde invencibilidade e liderança

Em momentos como o que vivemos, o jornalismo sério ganha ainda mais relevância. Precisamos um do outro para atravessar essa tempestade. Se puder, apoie nosso trabalho e assine o Jornal Correio por apenas R$ 5,94/mês.

O desempenho do Bahia na volta do Campeonato Baiano passou longe do esperado. Na tarde desta quinta-feira (23), o tricolor usou uma equipe formada por jogadores que atuaram pouco nos três primeiros meses da temporada e atletas remanescentes do time de aspirantes, mas acabou derrotado pelo Atlético de Alagoinhas por 1x0 em Pituaçu.

Titular no duelo, o zagueiro Wanderson lamentou o resultado. Na análise dele, o Bahia não conseguiu ser eficiente quando as oportunidades apareceram. O Esquadrão chegou a perder um pênalti, com Zeca, no final do primeiro tempo.

“As oportunidades vieram, tivemos duas chances no primeiro tempo: uma bola na trave e o pênalti, que a gente não conseguiu aproveitar. Eles tiveram uma chance e fizeram o gol. Acho que esse foi o resumo da partida. Eles se fecharam bem e a gente não conseguiu marcar o gol”, disse o zagueiro.

O resultado tirou a invencibilidade e a liderança do Bahia no Baianão. O time foi ultrapassado pelo Jacuipense e caiu para o segundo lugar, ambos com 15 pontos.

O próximo compromisso do tricolor no estadual será domingo (26), quando recebe o Fluminense de Feira, em Pituaçu. Um dia antes, no sábado (25), o Esquadrão enfrenta o Botafogo-PB, pelas quartas de final da Copa do Nordeste.

***

Em tempos de coronavírus e desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informação responsável e apurada pela nossa redação que escreve, edita e entrega notícias nas quais você pode confiar. Assim como o de tantos outros profissionais ligados a atividades essenciais, nosso trabalho tem sido maior do que nunca. Colabore para que nossa equipe de jornalistas seja mantida para entregar a você e todos os baianos conteúdo profissional. Assine o jornal.


Relacionadas