Weintraub é multado em R$ 2 mil após ir a protesto pró-Bolsonaro sem máscara

brasil
15.06.2020, 12:55:23
Atualizado: 15.06.2020, 13:00:18

Weintraub é multado em R$ 2 mil após ir a protesto pró-Bolsonaro sem máscara

Ministro da Educação responderá por infração de medida sanitária e pode pegar 1 ano de prisão

Em momentos como o que vivemos, o jornalismo sério ganha ainda mais relevância. Precisamos um do outro para atravessar essa tempestade. Se puder, apoie nosso trabalho e assine o Jornal Correio por apenas R$ 5,94/mês.

Foto: Reprodução / Globonews

O ministro da Educação foi multado em R$ 2 mil pelo governo do Distrito Federal após não usar máscara durante um protesto em favor de Jair Bolsonaro, neste domingo (14), em Brasília. As informações são do G1.

O uso do item de proteção é obrigatório em áreas públicas na capital do país desde o dia 30 de abril. Quem for flagrado sem o acessório pode ser multado em até R$ 2 mil, além de responder pelo crime de infração de medida sanitária. A pena, neste caso, pode chegar a um ano de prisão.

A assessoria do Ministério da Educação informou à TV Globo que o ministro não foi notificado e que a pasta não comentará o caso. Em nota, o DF Legal informou que, até esta segunda-feira (15), cerca de 61 mil pessoas já foram abordadas e duas multas foram aplicadas pelo descumprimento da regra (veja abaixo).

"A Secretaria DF Legal informa que a operação de fiscalização do uso obrigatório de máscaras é feita em todo o Distrito Federal por 10 órgãos que compõem a força-tarefa composta pelo GDF."
Além do ministro, a maior parte dos manifestantes também estava sem máscara. Durante o ato, Weintraub provocou aglomeração, cumprimentou, tirou fotos e abraçou as pessoas.

O valor da multa aplicada ao ministro é o máximo da punição. No documento, o fiscal que aplicou a penalidade ocorreu porque o "autuado" estava em via pública "sem máscara de proteção [...] em desacordo com o estabelecido em decreto nº 40.648/2020 no Distrito Federal". O auto de infração foi endereçado ao gabinete do ministro, na Esplanada.
 

***

Em tempos de coronavírus e desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informação responsável e apurada pela nossa redação que escreve, edita e entrega notícias nas quais você pode confiar. Assim como o de tantos outros profissionais ligados a atividades essenciais, nosso trabalho tem sido maior do que nunca. Colabore para que nossa equipe de jornalistas seja mantida para entregar a você e todos os baianos conteúdo profissional. Assine o jornal.


Relacionadas