Bloco 'As Muquiranas' decide numerar fantasias para identificar foliões

Folião que responde a processo relacionado à Lei Maria da Penha não será aceito no bloco

  • D
  • Da Redação

Publicado em 25 de abril de 2023 às 17:20

- Atualizado há 10 meses

. Crédito: Paula Fróes/Arquivo CORREIO

O bloco Muquiranas passará a aplicar numeração em cada fantasia e a vincular as roupas ao cadastro do associado a partir do Carnaval 2024. A decisão foi divulgada pelo diretor do bloco, Washington Pavaneli, durante audiência com o Ministério Público, na segunda-feira (24).

Além disso, o folião que responde a processo relacionado à Lei Maria da Penha não será aceito no bloco. O Muquiranas passou a tomar medidas após casos de assédio sexual praticado por integrantes viralizaram no Carnaval deste ano.

As decisões foram deliberadas sem a assinatura de Termo de Ajuste de Conduta (TAC). A audiência foi conduzida pela promotora de Justiça Sara Gama, coordenadora do Núcleo de Enfrentamento às Violências de Gênero em Defesa dos Direitos das Mulheres (Nevid), que destacou a importância da participação de todos no processo de combate a este tipo de violência e ressaltou que “a violência contra as mulheres só terá fim quando os homens se conscientizarem e se tornarem parte ativa do escudo que protege as mulheres”.

Em fevereiro deste ano, o MP-BA entrou com pedido à Polícia Civil para investigar um grupo de foliões do bloco 'As Muquiranas' que encurralaram e agrediram uma mulher no carnaval de Salvador.