Entenda como é a divisão do tráfico no Engenho Velho da Federação

Polícia ocupou área para tentar enfraquecer facções BDM e CP; veja fotos de líderes

Publicado em 2 de setembro de 2017 às 06:03

- Atualizado há 10 meses

. Crédito: Foto: Mauro Akin Nassor
Kléber Nóbrega Pereira, o Kekeu, e José Henrique de Souza Conceição, o Rick, líderes do CP na região por Foto: Bruno Wendel/CORREIO/Reprodução

A mais recente ocupação policial no Engenho Velho da Federação, iniciada nesta sexta-feira (1º), tem como um dos principais objetivos enfraquecer a ação de duas das maiores facções criminosas do estado, que disputam áreas do bairro: o Comando da Paz (CP), que atualmente controla as localidades do Forno e Baixa da Égua, e o Bonde do Maluco (BDM), que atua na Lajinha.

Segundo fontes da Polícia Civil ouvidas pelo CORREIO, o comando do CP na região está com Kléber Nóbrega Pereira, o Kekeu, e José Henrique de Souza Conceição, o Rick. Eles já foram autuados por tráfico de drogas e homicídios. 

Kekeu e Rick estão mais diretamente ligados na administração das bocas de fumo da Baixa da Égua. Isso porque a localidade tem sido alvo recente de ataques do grupo rival - pelo fato de ser estratégica não só para venda de droga, como também base para “olheiros” avisarem sobre a chegada da polícia.

Para não deixar o Forno sem comando, Kekeu e Rick colocaram como gerente da localidade Reinaldo Souza Santos Filho, o Fofão, promovido devido à relação antiga de amizade com os “patrões”. Ele também já foi preso por tráfico.

[[galeria]]

Longa data Kekeu, Rick e Fofão são parceiros há anos. No auge da briga entre o então líder do CP, Eberson Souza Santos, o Pitty, morto pela polícia em agosto de 2007, e o seu arquirrival, Genilson Lino da Silva, o Perna, líder dos Caveira, atualmente custodiado em penitenciária federal, os três parceiros eram os matadores do CP no Engenho Velho.“Quando somente havia essas duas facções, todo dia eram mais de 10 mortos por causa da rivalidade. Kekeu, Rick e Fofão tocavam o terror a mando de Pitty. Acredito que os três juntos devem colecionar mais de 200 homicídios”, contou um agente, sem se identificar.Quando Pitty morreu, Claudio Eduardo Campanha assumiu a liderança do CP, colocando comparsas como líderes da facção no bairro. Recentemente, após perder a Lajinha para o BDM, Campanha colocou Kekeu e Rick como líderes da Baixa da Égua e do Forno.

[[publicidade]]

Domínio recente A localidade da Lajinha, tomada pelo BDM, tem como o líder um presidiário. Leonardo cumpre pena por tráfico de drogas e homicídio no Complexo Penitenciário da Mata Escura. O CORREIO tentou confirmar o nome completo dele junto à Seap, mas não conseguiu contato com a assessoria.

Leozinho, como é conhecido, desertou da facção Caveira para juntar-se ao BDM. “Ele foi recrutado para dar início à tomada do Engelho Velho da Federação e conseguiu se estabilizar numa área antes que nenhum outro grupo conseguiu", conta o policial. "Apesar de preso, ele continua mandando e desmandando e temos provas disso”, concluiu, sem dar mais detalhes.