Conexão Digital lota Concha Acústica e arrecada 10 toneladas de alimentos para doação

Música
12.07.2017, 23:08:00
Atualizado: 26.07.2017, 09:11:17

Conexão Digital lota Concha Acústica e arrecada 10 toneladas de alimentos para doação

Show foi feito para anunciar mudança no sinal da TV aberto, além da finalidade beneficente

Uma festa de cultura, solidariedade, mobilização social e tecnologia. Foi assim o espetáculo Conexão Digital, realizado nesta quarta-feira (12) pela Rede Bahia na Concha Acústica do TCA. Nem mesmo a chuva que caiu desde o início da tarde na cidade atrapalhou a empolgação do público, que lotou o espaço.

Além de sensibilizar o público para a mudança no sinal da TV aberta, que deixará de ser analógico e passará a ser totalmente digital a partir do dia 26, o evento conseguiu arrecadar 10 toneladas de alimentos que foram doadas ao Núcleo de Apoio à Criança com Paralisia Cerebral (NACPC), Lar Irmã Maria Luíza, Gacc, Apae e Mansão do Caminho. As cinco entidades também foram contempladas com a doação de kits de instalação para a recepção do sinal digital.

Com direção artística é de Andrezão Simões, o espetáculo foi aberto pelo apresentador Alessandro Timbó, que fez questão de lembrar que o primeiro programa transmitido 100% digital foi o Mosaico Baiano. Em seguida, o mestre de cerimônias abriu espaço para as apresentações de poesia e música de Mateus Alleluia, Armandinho Macêdo e Jackson Costa. Ao som do Hino do Senhor do Bonfim, os artistas ressaltaram as ascendências africana e indígena no caldeirão cultural baiano.

Mal o público se refez da emoção e Armandinho fez todo mundo dançar com Chame Gente e Márcio Victor com Mulheres no Poder. Senha para as apresentadoras da TV Bahia entraram no palco com os dados alarmantes da violência contra as mulheres no Estado, conclamando o público a se integrar na Campanha Sou Mulher, Quero Respeito.

Daniela Mercury cantou Divino, Maravilhoso, de Caetano Veloso, e colocou o público para dançar ao som de Rainha Má e Swing da Cor. A  Timbalada e Carlinhos Brown marcaram presença por meio da exibição de um vídeo com a nova formação do grupo.

De volta ao palco, Alessandro Timbó apresentou as entidades beneficiadas pela arrecadação de alimentos - trocados pelos ingressos. Ângela Ventura, da Apae, representou os demais, agradecendo ao GBarbosa, Rede Bahia e ao público, fundamental para as doações. “Os alimentos são importantes para o nosso trabalho porque assistimos uma parcela muito carente da população da capital e do interior”, completou Ângela.

Para o diretor executivo de Televisão da Rede Bahia, João Gomes, o Conexão Digital reafirmou o compromisso diário da emissora com as matrizes culturais, o trabalho social e a solidariedade. “Estamos na contagem regressiva para implantação do sinal digital e esse espetáculo serve como um lembrete para a população sobre as mudanças que serão positivas para todos”, afirmou. Gomes lembrou, ainda, que o Conexão Digital vai se transformar num programa que será exibido no dia 26 de agosto. 

Mas a festa provocou outras emoções. Por isso mesmo, o poeta Maviael Melo, o repentista Bule Bule e o compositor Roberto Mendes subiram ao palco para homenagear o sertão e o recôncavo. Márcia Short trouxe a memória afetiva dos carnavais com Alegria da Cidade. Os personagens Jair e Vicentino levantaram a torcida do Bahia e do Vitória, além das torcidas do Olodum e Ilê Aiyê, que trouxeram Margareth Menezes. A festa terminou com sabor de quero mais com os artistas e as Ganhadeiras de Itapuã colocando o público para sambar.