Ricardo David e vice abrem mão de salário do Vitória

bate-pronto
01.01.2018, 06:02:00

Ricardo David e vice abrem mão de salário do Vitória

Na última reunião do Conselho Deliberativo do Vitória no ano, realizada no dia 27 de dezembro, o assunto mais debatido foi a situação financeira do rubro-negro, considerada pela nova gestão como pior do que o esperado. No encontro, além da declaração de que “se fosse jogador de futebol e estivesse do lado de fora, pensaria duas vezes antes de vir para o Vitória”, o presidente Ricardo David disse outra frase de efeito, mas que passou despercebida. Ele e o vice-presidente Francisco Salles prometeram abrir mão dos salários a que têm direito até o final do mandato, em dezembro de 2019. Isso significará uma economia de pouco mais de R$ 1 milhão ao Leão. Segundo o novo estatuto, o salário do presidente é de 65% do teto do funcionalismo público federal (cerca de R$ 22 mil), e o do vice-presidente, 55% (R$ 19 mil).

Premiação a Vagner Mancini
O técnico Vagner Mancini e a sua comissão técnica têm direito a uma gorda premiação por causa da permanência na Série A: R$ 1,4 milhão. O ex-diretor de futebol Cleber Giglio também terá uma quantia, de R$ 200 mil. O acordo foi feito pelo ex-presidente interino Agenor Gordilho no momento da assinatura do contrato. Sem ter como pagar à vista, a nova direção acertou a quitação em parcelas até o final do ano.

‘Olheiro’ contratado pelo técnico
Em entrevista para o programa de rádio Papo Com Tillé, da Metrópole FM, na semana retrasada, o presidente Ricardo David revelou que não ter encontrado no clube um setor de monitoramento de atletas a contratar. Segundo ele, o profissional que fazia essa função era contratado pelo técnico Vagner Mancini, por iniciativa do treinador.

Brocador fez sua fezinha na Mega
Apesar de muitos acharem que jogador de futebol tem vida mansa, o atacante Hernane se juntou neste final de ano aos trabalhadores “comuns” e também fez a sua aposta na Mega-Sena da Virada. O jogador do Bahia foi visto pelo torcedor Alex Rolim na fila de uma agência no Shopping Paralela. Em 2017, o Brocador não teve muita sorte: conviveu com lesões, perdeu a vaga de titular e fez só sete gols.

Ferretti está livre no mercado
Depois de oito anos na direção do Ypiranga, o ex-goleiro e ídolo tricolor Emerson Ferretti está livre no mercado. Pós-graduado em gestão esportiva, ele não esconde a vontade de continuar no futebol, sobretudo na Bahia. Depois de ocupar a vice-presidência do Mais Querido por dois anos, Ferretti foi eleito presidente no final de 2011.