bahia

Braço direito de Mario Frias, ex-PM baiano André Porciúncula gastou mais de R$ 20 mil em viagem a Los Angeles

O subsecretário de Fomento e Incentivo à Cultura é responsável pela Lei Rouanet

  • D
  • Da Redação

Publicado em 21 de fevereiro de 2022 às 13:14

 - Atualizado há um ano

. Crédito: Reprodução/Youtube

O subsecretário de Fomento e Incentivo à Cultura,  o baiano André Porciúncula gastou cerca de R$ 20 mil em uma viagem de cinco dias a Los Angeles no mês de janeiro, de acordo com informações concedidas via Lei de Acesso à Informação (LAI) à Folha. O ex-PM, que hoje controla a Lei Rouanet, é o braço direito de Mario Frias, secretário da Cultura de Jair Bolsonaro (PL).

De acordo com a reportagem, a missão tinha como objetivo tratar de assuntos do audiovisual, mas, inicialmente, não havia ninguém do setor na comitiva. O gasto apenas com passagens foi de R$ 9.928 (US$ 1932). Porciúncula ficou hospedado em um local com diária de R$ 2.364 (US$ 460). Foram R$ 9.453 (U$S 1.840) de despesas com hotel.

O valor total da viagem a Los Angeles pode ser ainda maior, considerando que ele embarcou na missão com o coordenador-geral de relações multilaterais do Ministério do Turismo, Gustavo Souza Torres, e o secretário do Audiovisual, Felipe Pedri.

Nas redes sociais, eles compartilharam registros de uma reunião no consulado do Brasil e na Câmara de Comércio Brasil-California. O deputado Eduardo Bolsonaro (PSL-SP), que estava de férias nos EUA com a família, participou de um dos encontros.