Garota baleada por policial foi enterrada nesta segunda (12)

Policial responsável se apresentou à polícia, mas não está preso

Publicado em 12 de janeiro de 2009 às 18:46

- Atualizado há 9 meses

Foi enterrada na manhã desta segunda-feira (12) em São Gonçalo dos Campos, na região de Feira de Santana, a adolescente de 16 anos baleada acidentalmente por um policial na madrugada de domingo (11). O crime aconteceu durante uma seresta em um bar da cidade.

Comoção e revolta no enterro da garota baleada acidentalmente po policial(Foto: Reprodução IBahia)

Daniele Gonçalves da Silva, 16 anos, estava em uma mesa com a família, quando um policial civil, Marivaldo Santana, lotado na 1ª Coordenadoria de Polícia do Interior (Feira de Santana) desceu para apartar uma briga e ao dar uma coronhada em um dos rapazes, a arma disparou e atingiu a garota com um tiro de escopeta, calibre 12.

O primo da jovem, Bruno Sena, contou que a arma estava em poder de um policial civil quando disparou. ‘Tava todo mundo numa seresta depois a gente viu uma briga, foi quando a viatura chegou. No que ela chegou, desceram os três policiais, todos os três com arma na mão. Quando ele [um dos policiais] desceu, foi dar tipo uma coronhada no que estava brigando. No que ele bateu, a arma disparou’, conta o rapaz à reportagem da TV Subaé.

O enterro da adolescente foi marcado por revolta e emoção dos parentes e amigos da vítima. O corpo de Daniele foi enterrado na manhã desta segunda-feira, com a presença de vários parentes e amigos, num clima de revolta e emoção.

O policial civil se apresentou na manhã de domingo (11) a uma delegacia em Feira de Santana, onde o processo foi registrado. Mas ele não está preso. Segundo o delegado responsável pelo caso, Alexandre Narita, todas as pessoas que estavam no local serão ouvidas e a arma de fogo supostamente utilizada pelo policial será encaminhada ao Departamento de Polícia Técnica e passará por uma perícia.