Polícia prende homem que matou outro por levar baforada de cigarro

Jucélio Brito Lima confessou que matou Wenderson e disse ao delegado que se sentiu desacatado quando a vítima jogou fumaça de cigarro em seu rosto

Publicado em 6 de outubro de 2015 às 11:52

- Atualizado há 10 meses

A polícia prendeu Jucélio Brito Lima, conhecido como Céu, por ter matado Wenderson Alves da Rocha, com cinco tiros, depois de a vítima soprar fumaça de cigarro em seu rosto, na localidade de Sapirara, no município de Porto Seguro, Sul do estado. O crime aconteceu no dia 14 de setembro.

Jucélio foi preso em flagrante, na última sexta-feira (2), na casa onde mora com a esposa Beatriz Pereira Machado, em Arraial D'Ajuda, distrito de Porto Seguro. Beatriz também foi presa por tentar esconder um revólver calibre 38 na chegada dos policiais. Segundo a Polícia Civil, a arma apreendida é a mesma usada no crime do bar.

O casal está detido na Delegacia de Porto Seguro. Na unidade, o suspeito confessou que matou Wenderson e disse ao delegado Sinézio Vieira que se sentiu desacatado quando a vítima baforou fumaça de cigarro em seu rosto.

Além da arma, os policiais apreenderam uma espingarda cartucheira, de calibre 28, pertencente a Sebastião Pereira Lima, que é pai de Jucélio. Jucélio já havia sido preso no ano passado por porte ilegal de arma. O pai Jucélio foi liberado depois do pagamento de fiança e vai responder em liberdade pelo crime de posse de arma.