Suspeito de liderar tráfico de drogas é preso no Bairro da Paz

Djalma dos Santos é apontado como líder do tráfico em outros cinco bairros de Salvador e RMS

Publicado em 7 de outubro de 2015 às 21:58

- Atualizado há 10 meses

Dois homens foram presos durante uma operação da Polícia Militar no Bairro da Paz, na tarde desta quarta-feira (7). Um deles é apontado como o líder do tráfico de drogas no bairro e em outras cinco comunidades. Por conta da prisão, moradores fizeram um protesto na Paralela, no final da tarde e interditaram o trânsito por cerca de 40 minutos.De acordo com o comandante da 15ª Companhia Independente da Polícia Militar (Itapuã), major Robson Pacheco, a operação começou na madrugada, com o objetivo de prender o traficante Djalma dos santos. "Nós contamos com o apoio do Comando Regional Atlântico e estávamos monitorando a ação dele (Djalma) desde às 3h e aguardamos o melhor momento para fazer a prisão", contou o major.Djalma é apontado pela polícia como o líder do tráfico de drogas no Bairro da Paz, Mussurunga, São Cristóvão, Itapuã, Piatã e Ipitanga, em Lauro de Freitas, na região Metropolitana de Salvador. Ainda segundo a polícia, o suspeito tem mandados de prisão em aberto por homicídios e tráfico de drogas.PrisãoNo momento da abordagem Djalma estava com outros oito homens, próximo a casa onde mora, no Bairro da Paz. "Eles estavam em via pública, no Bairro da Paz e tentaram fugir. Conseguimos prender Djalma e outro homem. Os outros conseguiram evadir", afirmou o comandante.O segundo homem preso foi Roaldo Rodrigues, o Vei. Segundo a polícia, ele também tem envolvimento com o tráfico de drogas. Com os suspeitos foram apreendidas uma pistola 380, maconha, cocaína, dinheiro e uma balança de precisão.

De acordo com a PM, os suspeitos e o material apreendido foram apresentados no Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP), na Pituba. ProtestoPor conta das prisões, cerca de 15 pessoas realizaram um protesto na Avenida Luís Viana, por volta das 14h15 desta quarta-feira (7). Segundo a Central de Polícia, os manifestantes se concentraram nas próximo ao Parque de Exposições e usaram pneus e pedaços de madeiras para bloquear a pista.Sete pessoas foram detidas pela polícia e encaminhadas para a 12ª Delegacia (Itapuã), sendo três delas adolescentes. A pista foi liberada cerca de 40 minutos depois do início do protesto, às 14h50.