Após chegar ao Brasil, João Santana e esposa seguem para sede da PF

O publicitário baiano e a jornalista Mônica Moura são os alvos da 23ª fase Operação Lava Jato

Publicado em 23 de fevereiro de 2016 às 14:13

- Atualizado há 10 meses

O publicitário João Santana e a esposa Mônica Moura seguiram para a sede da Polícia Federal, em Curitiba, após desembarcarem em São Paulo, por volta das 9h20 desta terça-feira (23). Santana e Mônica são alvos da 23ª fase da Operação Lava Jato, e tiveram a prisão temporária decretada.

Eles seguiram para a capital do Paraná em um avião da PF, acompanhados do delegado da Operação Lava Jato Eduardo Mauat. O casal desembarcou no Aeroporto Internacional Afonso Pena, na Grande Curitiba, às 11h35 e, cerca de 40 minutos depois, chegou à sede da PF. Na tarde desta terça-feira, ele deverão seguir para o Instituto Médico Legal (IML), para realização de exames.(Foto: Felipe Rau/Estadão Conteúdo)Na chegada ao Brasil, o casal, que veio da República Dominicana, estava acompanhado do advogado Fábio Tofic. Eles voaram na classe econômica de um voo comercial e sentaram juntos durante a viagem. Ao desembarcar em Guarulhos, foram ouvidos na sala da PF por cerca de 15 minutos pelo delegado da Lava Jato Eduardo Mauat, segundo informou um assessor do órgão.

Segundo informações do jornal Folha de S.Paulo, os depoimentos de Santana e da esposa ainda não foram marcados. No entanto, a defesa espera que eles aconteçam na quinta-feira (25). Tofic afirmou que seus clientes estão machucados, mas que ele tem confiança que serão prestados todos os esclarecimentos possíveis.

[[saiba_mais]]