AGENDA INTERNACIONAL

Lula deve adiar viagem ao Chile por agravamento das chuvas no Rio Grande do Sul

Ele viajaria no final da semana para agendas no país entre os dias 17 e 18 de maio

  • Foto do(a) author(a) Estadão
  • Estadão

Publicado em 13 de maio de 2024 às 08:42

Lula
Lula Crédito: Rafa Neddermeyer/Agência Brasil

O presidente Luiz Inácio Lula da Silva deve adiar a viagem que faria esta semana ao Chile por conta da tragédia decorrente de fortes chuvas no Rio Grande do Sul, apurou o Estadão/Broadcast. A decisão deve ser batida nesta segunda-feira, 13, mas a tendência é pelo adiamento.

Lula viajaria ao Chile no final da semana para agendas no país entre os dias 17 e 18 de maio. Contudo, diante da situação no Estado gaúcho, o chefe do Executivo deve optar por adiar o encontro com o presidente chileno, Gabriel Boric.

Nos bastidores, também está em aberto uma terceira ida do petista ao Estado gaúcho esta semana. Em coletiva concedida no sábado, 11, o ministro da Secretaria de Comunicação Social (Secom), Paulo Pimenta, reiterou que Lula tem interesse em voltar ao Rio Grande do Sul.

As fortes chuvas que assolam os municípios gaúchos podem piorar ainda mais a situação ao longo dos próximos dias nas regiões dos vales do Caí e do Taquari, no interior do Estado. Até o momento, ao menos 143 pessoas morreram. Outras 125 estão desaparecidas.

Mais de 2,1 milhões de gaúchos já foram afetados pelas chuvas, naquele que já é considerado o maior desastre climático da história do Rio Grande do Sul. Entre eles, 532 mil estão desalojados e 81 mil, recolhidos em abrigos.