EXECUÇÃO

Médico morto no Rio de Janeiro é irmão da deputada Sâmia Bomfim

Diego Ralf Bomfim estava na cidade para participar de congresso

  • D
  • Da Redação

Publicado em 5 de outubro de 2023 às 08:15

Sâmia e o irmão Diego
Sâmia e o irmão Diego Crédito: Reprodução

Um dos médicos mortos no Rio de Janeiro, na madrugada desta quinta-feira (5), é irmão da deputada federal Sâmia Bomfim (PSol). Diego Ralf Bomfim, de 35 anos, foi um dos atingidos pelos disparos.

Ele chegou a ser socorrido para Hospital Lourenço Jorge, mas não resistiu aos ferimentos. A Polícia Civil do RJ acredita em execução, já que nada foi levado, e os criminosos chegaram atirando.

Diego postava fotos ao lado da família e com o sobrinho Hugo, filho de Sâmia. Sâmia é filha de Antonia Bomfim e Domingos Bomfim e irmã de Dayane e Diego, de acordo com informações da biografia dela, que consta do site da Câmara de Vereadores de São Paulo.

Diego Ralf Bomfim era graduado em Medicina pela Faculdade de Medicina Dr. Domingos Leonardo Cerávolo, da Universidade do Oeste Paulista. Era especialista em Ortopedia e Traumatologia, em cirurgia do pé e tornozelo e em reconstrução óssea.

Além de Diego, no ataque também morreram Perseu Ribeiro Almeida, 33 anos, Marcos de Andrade Corsato, 62 anos, que era diretor do Instituto de Ortopedia e Traumatologia do Hospital de Clínicas da Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo (USP). Daniel Sonnewend Proença, 32 anos, foi levado com vida para o Hospital Municipal Lourenço Jorge com pelo menos 3 tiros. Ele seria transferido para uma unidade particular.

Eles são da cidade de São Paulo e estavam na cidade para participar de um congresso internacional, segundo o g1. Testemunhas contaram que um carro branco parou, e 3 homens de preto e armados de pistolas desembarcaram e abriram fogo à queima-roupa. Foram pelo menos 20 disparos.

Câmeras da região registraram o crime.