CHEVETTE DE PRESENTE

Menino que ganhou carro de aniversário guardava dinheiro desde quatro anos

O valor guardado pelo menino ajudou os pais a pagar o presente de cerca de R$ 20 mil

  • Foto do(a) author(a) Da Redação
  • Da Redação

Publicado em 8 de abril de 2024 às 20:37

Menino guardava dinheiro em cofrinho para comprar Chevette
Menino guardava dinheiro em cofrinho para comprar Chevette Crédito: Arquivo pessoal

O menino de 9 anos que ganhou um Chevette 1974 de aniversário guardava dinheiro para comprar o carro desde os quatro anos de idade. Durante os cinco anos de arrecadação, o garoto conseguiu acumular R$ 3 mil no cofrinho. A família de Max Artur, que mora em São José, na Grande Florianópolis, resolveu realizar o sonho do filho mais cedo. As informações são do g1.

Toda a surpresa, que aconteceu no dia 30 de março, foi gravada pelos parentes de Max. De acordo com a mãe do menino, Bruna Kaylie Machado da Silva, desde que teve a ideia ele abriu mão dos brinquedos e passou a pedir aos familiares, em datas comemorativas, dinheiro para encher o cofrinho.

O valor guardado pelo menino ajudou os pais a pagar o presente de cerca de R$ 20 mil. "Ai, meu Deus, eu vou chorar", diz o menino, ao ver o presente chegando. Para a mãe, o projeto de arrecadar o valor foi uma ótima forma de incentivar o garoto a dar valor ao dinheiro. Após ganhar o carro, Max está focado em guardar dinheiro para cuidar do veículo.

"A família toda já sabia que, para Max Arthur, o presente seria em dinheiro, para ajudá-lo a um dia conseguir comprar o Chevette Tubarão que tanto queria. Ele logo dizia: está chegando o dia de ganhar mais um 'dim-dim' para comprar o meu Chevette. E assim sempre foi", comenta a mãe.

Por enquanto, Max se contenta em admirar a relíquia e andar com o carro na presença dos pais, geralmente no banco de trás. Segundo o Código de Trânsito Brasileiro (CTB), a idade mínima para obter a Carteira Nacional de Habilitação (CNH) é de 18 anos.

Com nove anos ainda pela frente até que Max possa finalmente assumir o volante da relíquia restaurada, ele também passa os dias admirando e mantendo o carro impecável.

"Eu e o pai dele estamos usando o carro principalmente para levá-lo para a escola, que ele ama. Os amiguinhos já ficam no portão pra ver ele chegar", afirma.