Pai causou acidente de carro para matar filhos, acredita polícia

Homem tinha muito ciúme da mulher e do novo emprego dela

Publicado em 10 de setembro de 2017 às 20:22

- Atualizado há 10 meses

. Crédito: Foto: Rádio Gralha Azul/Divulgação

A polícia acredita que a queda de 100 metros de um Escort que terminou com a morte de um pai e dois filhos em Urubici, em Santa Catarina, foi intencional. No sábado (9), dia do suposto acidente, a mulher e mãe das vítimas teve uma briga com o marido, segundo depoimento dela. O motivo da discussão não foi revelado. 

Rafael Mattei Estevão, 27 anos, e os dois filhos, Romeu e Rômulo, 2 e 4 anos, morreram depois que o carro em que estavam caiu na Cascata da Avencal, na noite de sábado.

"Tudo indica que a intenção era matar os filhos e cometer suicídio. Queremos entender o motivo, se era para atingir a mulher de forma tão grave, e também entender a escolha do local para ter feito isso", diz o delegado Jackson Guasselli ao G1 SC.

O pai de Rafael disse que o filho tinha problemas com a esposa, além de ciúmes dela e do novo emprego que ela tinha conseguido. A própria mulher confirmou isso em depoimento.  (Foto: Reprodução) Na manhã de sábado, depois da briga, a mulher foi trabalhar em Orleans, onde a família vive. Os filhos estavam com a mãe dela, mas Rafael buscou as crianças para levar os dois em uma festa, onde nunca chegaram.

"Bom pai" Na investigação, o delegado também analisou o Facebook de Rafael e disse que tudo indica que eles era muito solitário, mas também bom pai. "Não tinha indicativo de ser um pai ausente". 

Ele não tinha passagem pela polícia.