Preso, ex-governador do Rio, Sergio Cabral, tem cabeça raspada em Bangu

Ele é acusado de liderar um esquema de corrupção que desviou mais de R$ 200 milhões dos cofres públicos

Publicado em 18 de novembro de 2016 às 12:54

- Atualizado há 10 meses

O ex-governador do Rio de Janeiro, Sergio Cabral, dormiu a primeira noite no complexo penitenciário de Gericinó, em Bangu. Cabral foi preso pela Polícia Federal, na quinta-feira (17), em sua casa no bairro Leblon. A prisão é preventiva e faz parte das operações Lava Jato e Calicute.

Segundo informações do portal Uol, o ex-governador teve a cabeça a raspada e está usando o uniforme dos detentos, composto por camisa e calça jeans. Cabral passou a noite em uma cela de nove metros quadrados e comeu no café da manhã pão com manteiga.Imagens mostram Sérgio Cabral com roupa usada pelos detentos(Foto: Reprodução) Principal alvo da Operação Calicute ele é acusado de liderar um esquema de corrupção que desviou mais de R$ 200 milhões dos cofres públicos. Outras nove pessoas ligadas ao ex-governador também foram presas.

Cabral é causado ainda de receber mesadas de até R$ 500 mil de empreiteiras, joias e outros objetos de luxo dados pelas empresas com contratos com o governo estadual durante a gestão deles, entre 2007 e 2014.

Internautas não perdoam e prisão de Garotinho em hospital vira memes; veja

Anthony Garotinho, outro ex-governador, também está preso em Bangu. Garotinho é acusado de coagir testemunhas e utilizar um programa social da prefeitura de Campos, no Rio de Janeiro, como moeda de troca por votos. O município é administrado por sua mulher, a também ex-governadora Rosinha Garotinho. 

[[saiba_mais]]