Zika: Dilma diz que ação no país foi um sucesso, mas é só o início

A sala reúne representantes de todos os ministérios envolvidos no combate ao Aedes aegypti

Publicado em 13 de fevereiro de 2016 às 23:38

- Atualizado há 10 meses

Depois de participar de mobilização contra o mosquito Aedes aegypti no Rio de Janeiro, a presidenta Dilma Roussef chegou à Brasilia e foi direto para a Sala Nacional de Coordenação e Controle para Enfrentamento da Dengue, Zika e Chikungunya.

"A ação foi um sucesso, mas foi só o início. Tenho absoluta confiança no meu povo", disse a presidenta. Na sala, Dilma conversou com o Ministro do Esporte, George Hilton, que participou da ação em Campo Grande (MS), sobre a mobilização no estado.

[[saiba_mais]]

A sala reúne representantes de todos os ministérios envolvidos no combate ao Aedes aegypti, vetor das três doenças, para uma ação coordenada entre governo Federal, estados e municípios.  Cada estado tem uma sala semelhante que  se comunica uma vez por semana com os representamtes nacionais para tirar dúvidas, resolver dificuldades e repassar dados. "Precisamos de uma ação coordenada", disse Marcos Quito, coordenador da sala nacional.(Foto: Agência Brasil)