'A gente não foi merecedor', afirmou o capitão Tiago sobre empate

Jogadores saíram de campo frustrados com o resultado

Publicado em 30 de setembro de 2017 às 18:55

- Atualizado há 10 meses

. Crédito: Felipe Oliveira / EC Bahia

A chance de conquistar dois triunfos consecutivos na competição pela segunda vez foi desperdiçada. Para os jogadores, o empate cedido ao Coritiba no segundo tempo, após ter aberto o placar na etapa inicial, foi frustrante.  “A partir do momento que fizemos o gol, a gente se acomodou, eles cresceram. O resultado foi justo. Ao meu ver a gente, não foi merecedor do resultado positivo”, disse o capitão Tiago, que ainda cobrou uma postura diferente da equipe.  “Faltou a gente continuar jogando depois que a gente fez 1x0. Muito fácil fazer o resultado e parar de jogar. Tentamos depois conseguir o gol da vitória, mas infelizmente não veio”, completou o zagueiro, que recebeu o terceiro cartão amarelo e não enfrenta o Palmeiras na próxima rodada, em São Paulo.  A partida só acontece no dia 12 de outubro já que o campeonato terá uma pausa de 10 dias por conta das eliminatórias para a Copa do Mundo, tempo suficiente para corrigir os erros. “Treinar firme fundamentos, para quando chegar no próximo jogo e não errar novamente. Trabalhar, trabalhar, porque nada vence o trabalho”, afirmou o volante Juninho.   O atacante Edigar Junio, que entrou no segundo tempo, preferiu um discurso mais otimista e não jogou a toalha. “Tivemos chance de fazer até o segundo gol, mas não conseguimos. Agora é bola pra frente que tem muita coisa ainda pra acontecer”.   Ao analisar o resultado ao final do jogo, Preto Casagrande considerou que, mais uma vez, os detalhes decidiram a partida. “A equipe teve um início um pouco lento, mas depois equilibrou o jogo, teve mais posse de bola, mas teve dificuldade para agredir o Coritiba. Acho que tivemos as melhores chances do jogo. Cabeceada do Rodrigão e a bola na trave do Mendoza, que mudaria o jogo. Como o Tiago falou, um vacilo muda tudo. Um detalhe que não pode errar.  

O Juninho também teve uma boa chance pelo lado esquerdo, mas é isso mesmo, são detalhes que decidem os jogos”, afirmou. Além de Tiago e Edson, suspensos, Preto não terá Matheus Sales, Allione e Thiago Martins contra o Palmeiras, por questões contratuais.