Juninho volta a ter sequência como titular e quer Bahia guerreiro

Volante enfrentará o Grêmio na vaga de Renê Júnior, lesionado

Publicado em 20 de setembro de 2017 às 17:26

- Atualizado há 10 meses

. Crédito: Felipe Oliveira / EC Bahia / Divulgação

A concorrência no meio-campo do Bahia fez com que Juninho, um dos destaques do time no ano passado, perdesse espaço na Série A deste ano. A lesão de Renê Júnior, que ficará de 10 a 12 dias afastado, porém, deu nova chance ao volante, que será titular domingo (24), contra o Grêmio, às 19h, na Fonte Nova.

Será o segundo jogo seguido de Juninho como titular. Contra o Cruzeiro, na derrota por 1x0 no último domingo (17), no Mineirão, ele atuou ao lado de Edson. A última partida em que havia começado entre os 11 foi na derrota por 3x0 para o Santos, no Pacaembu, no dia 23 de julho.

Agora, ele espera evoluir: “Esse ano eu não tive sequência alguma, a maior que tive foi de dois jogos. Como qualquer jogador, eu preciso de sequência. Depois de oito partidas sem jogar mais de 20 minutos, eu tive chance na última. Fiquei 90 minutos em campo e saí muito feliz”.

Prestes a completar 100 partidas com a camisa tricolor – tem 97 –, Juninho quer um Bahia aguerrido para evitar o Z4. “Acho que todo jogo agora vai ser decisão. O Bahia tem que ter esse pensamento. Não podemos mais perder pontos bobos, ainda mais dentro de casa. Vamos enfrentar um time que está no G6, depois um jogo que é confronto direto”. Após o Grêmio, o tricolor recebe o Coritiba, no dia 30.

Para Juninho, o Bahia deixou com o tempo de "suar sangue", o que fazia em campo nos tempos de Guto Ferreira: “A gente fala muito que dentro de campo a gente suava sangue, essa era nossa identidade. Então vamos fazer de tudo para voltar a ter isso já nesse domingo. Temos grandes jogadores no elenco e só depende da gente, tem que ser já nesse domingo”.