Soares esconde time do Bahia e aposta em imprevisibilidade para vencer Ba-Vi

Treinador faz mistério e só vai divulgar a escalação minutos antes da bola rolar na Arena Fonte Nova

Publicado em 2 de outubro de 2015 às 08:14

- Atualizado há 10 meses

O único setor do time titular do Bahia que parece definido para o Ba-Vi de amanhã, às 16h30, na Fonte Nova, é o gol, com Douglas Pires. De resto, o técnico Sérgio Soares prefere manter o mistério. Ontem, mais uma vez, ele optou por um treino fechado, dessa vez no palco do clássico.Às escondidas, as variações foram muitas. Na defesa, Robson - de volta de suspensão - briga com Jailton por uma vaga ao lado de Gustavo. No meio, Yuri parece ter ganho a vaga de Pittoni, com Paulinho Dias, Tiago Real e Eduardo sendo mantidos. Já no ataque, Zé Roberto e Maxi se revezaram ao lado de Kieza.Volante Yuri volta ao time titular no lugar do paraguaio Pittoni (Felipe Oliveira/ECBahia)O argentino se recuperou da lesão muscular e será relacionado mesmo que não esteja 100%. Já Roger não treinou pelo segundo dia seguido e está com suspeita de dengue. “(Roger e Maxi) São atletas que, mesmo que não estejam 100%, pela importância do jogo e pela vontade deles de participar, estarão em campo”, garante Sérgio Soares. O treinador tricolor não espera nenhuma surpresa do rival. “Hoje, eu vejo o Vitória ter uma forma de jogar que não tem como esconder. Joga num 4-1-4-1 e o que muda é o posicionamento dos atletas”, explica Soares, enfatizando que, na visão dele, Rhayner e Escudero podem jogar por dentro ou abertos. Diferentemente do 1º turno, quando o Bahia tinha um padrão de jogo, o técnico agora se sente mais livre para inovar. “Nós estamos ajustando a nossa equipe, variando a forma de jogar. E a gente tem que achar uma situação que é melhor para essa partida”.[[saiba_mais]]