MAIS POLÊMICA

Alexandre Correa diz que Ana Hickmann é alcoólatra

O empresário ainda citou uma tentativa de assassinato à apresentadora em BH

  • Foto do(a) author(a) Estadão
  • Estadão

Publicado em 21 de fevereiro de 2024 às 13:14

Alexandre Correa e Ana Hickmann
Alexandre Correa e Ana Hickmann Crédito: Redes sociais

O empresário Alexandre Correa fez um pedido de avaliação da sanidade mental da apresentadora Ana Hickmann e a acusou de ser alcoólatra nesta terça-feira, 20. Em áudios enviados pelo advogado de Alexandre ao Estadão, o empresário disse que Ana passou a ingerir mais álcool durante a pandemia e que se tornava "extremamente violenta e agressiva".

A reportagem entrou em contato com a assessoria da apresentadora, que, em resposta, acusou Alexandre de "violentá-la psicologicamente". "Ele inventa mentiras sobre saúde mental e alcoolismo para descredibilizá-la e tenta invalidar todos os fatos que ela vem dissertando à justiça com um único objetivo: proteger a si mesma e ao filho", escreveu.

Alexandre acusou a apresentadora de, após ingerir álcool, criar fatos contra ele e o humilhar "diante de tudo e de todos". Ele voltou a pedir a prisão de Ana. "Chega de suportar as loucuras e as mentiras de Ana Hickmann. A Ana Hickmann é mitômana e autofágica", disse, no áudio.

O empresário ainda citou uma tentativa de assassinato à apresentadora em Belo Horizonte e comentou que ela "nunca aceitou se tratar". Em 2016, Rodrigo Augusto de Pádua, de 30 anos, realizou um atentado a tiros contra Ana no quarto onde ela estava hospedada na capital mineira.

A assessoria da apresentadora acusou o empresário de usar o atentado para cometer "violência psicológica" contra Ana. "[Ele] sabe da fragilidade e o quanto o fato traz gatilhos à apresentadora", disse, no comunicado enviado ao Estadão.

Alexandre ainda chegou a fazer um pedido de revogação da medida protetiva solicitada por Ana. A defesa do empresário argumentou que ele não anda armado e negou que tenha ameaçado a apresentadora. Segundo a equipe dela, porém, o Ministério Público indeferiu o pedido.

No sábado, 17, a defesa do empresário pediu a prisão do apresentador Edu Guedes, que, supostamente, estaria vivendo um relacionamento com Ana. O advogado Enio Murad, que representa Correa, diz que Guedes, em conjunto com Ana Hickman, coagiu o filho do casal, Alezinho, de 9 anos, a se comunicar com o pai por meio do celular de Guedes.

Relembre o caso

Em 12 de dezembro de 2023, Ana Hickmann prestou queixa de agressão contra o empresário Alexandre Correa.

O Estadão teve acesso ao boletim de ocorrência registrado por Ana Hickmann, no qual ela acusa o empresário de agressão física. Segundo seu relato, ela estaria na cozinha de sua casa com Alexandre, o filho e duas funcionárias. Ela teria dito algo ao filho que o marido não teria gostado e foi repreendida, com "ambos aumentando o tom de voz". A criança teria pedido que parassem de brigar e saído correndo assustada.

"O autor passou a pressionar a vítima contra a parede, bem como a ameaçá-la de agredi-la com uma cabeçada, ocasião em que ela conseguiu afastá-lo e, ao tentar pegar seu telefone celular, que estava em cima de uma mesa na área externa, o autor, repentinamente, fechou a porta de correr da cozinha, o que pressionou o braço esquerdo da vítima", diz o trecho seguinte do documento policial.

Ana, então, teria conseguido trancá-lo para fora de casa e fez a ligação para a Polícia Militar. Correa teria deixado o local pouco depois. Ana Hickmann buscou atendimento médico em uma unidade do Hospital São Camilo, onde foi constatada uma contusão em seu cotovelo esquerdo. Ainda segundo o BO, ela teve o braço imobilizado com uma tipoia.

"A vítima tomou ciência das medidas protetivas conferidas pela Lei Maria da Penha, porém, neste momento, optou por não requerê-las", encerra o documento.

Alexandre confessou as agressões, mas negou que tenha dado uma cabeçada na apresentadora, segundo o UOL. Ana voltou a falar sobre o caso, dizendo que os dois tinham um relacionamento tóxico durante uma entrevista ao Domingo Espetacular, da Record TV, ainda em dezembro de 2023.

De lá para cá, Ana e Alexandre tem trocado acusações que envolvem desvio de dinheiro e alienação parental de ambos os lados.