Amor e arquitetura inspiram segundo dia de SPFW

Ronaldo Fraga arranca aplausos e Vitorino Campos cria coleção desejo para Animale

Publicado em 19 de outubro de 2015 às 19:50

- Atualizado há 10 meses

A mulher múltipla da Animale, que desfilou sua coleção para o Inverno 2016 (fotos: Agência Fotosite)Uma coleção para mulheres de gostos variados. Ou para uma mulher que quer estar diferente todos os dias. Para essa cliente cheia de vontades, o estilista Vitorino Campos pensou em uma série de peças – de vestidos fluidos e transparentes em tons neon a casaco pesados – que rechearam a ampla passarela da Animale, primeira marca a desfilar nessa segunda-feira (19) no São Paulo Fashion Week.

Para montar esse closet gigante e superdesejável, o criador baiano buscou referências na impressionante arquitetura do japonês Tadao Ando, premiado por seus projetos de concreto. Já a diretora criativa da marca, Beth Nabuco, inspirou-se no movimento Land Art, em que a paisagem constrói a obra. Desses elementos surgiram peças de tamanhos, modelagens e texturas diversas – teve lã, seda, couro, pele, tricô e renda francesa -, muitas vezes combinadas em looks híbridos. Uma ampla cartela de cores, que foi dos rosados ao preto, ajudou a ampliar a oferta.

Os acessórios merecem um parágrafo à parte. Começando pela linha de óculos composta por três modelos, lançada no desfile. Botas de cano longo de couro e print de bicho com saltos de acrílico deram tanto o que falar quanto as bolsas em duas variações: pequenas com alça de corrente e textura de cobra e grandes e coloridas com recortes geométricos. O céu é o limite para Vitorino, que ainda assinou todas as estampas desfiladas. O amor e as camas: o estilista Ronaldo Fraga celebrou a uniãoSe a Animale decidiu ser comercial – no melhor sentido da palavra -, Ronaldo Fraga, terceiro a desfilar nesta terça, optou por elevar ao máximo sua criatividade e transformou o amor de todos os gêneros e para todos os corpos em roupas. Paralelos às seis camas imensas que compunham o cenário, os modelos desfilaram seus trajes coloridos, muitos unissex, propondo a relação amorosa intensa, colorida e com muita poesia. “O amor dá pano pra mangas, pra vestido, pra ternos e para um guarda-roupa inteiro”, diz Ronaldo.

O reforço romântico veio em forma de trilha sonora de Ton Garcia, beleza de Marcos Costa, vídeo animação de Bruno Ianni e cenografia de Clarissa Neves e Paulo Waisberg. Assim como o amor que não cabe em si, o desfile terminou literalmente na cama, com todos os modelos deitados. Eles abriam espaço para Ronaldo Fraga circular em seu agradecimento final, aplaudido de pé pela plateia, que saiu apaixonada da sala de desfiles.

As marcas Uma Raquel Davidovich e Liliy Sarti também desfilaram suas coleções para o Inverno 2015 nesta segunda-feira. A semana de moda segue até sexta-feira comemorando suas 40 edições. Nesta terça-feira, Vitorino Campos volta a desfilar, dessa vez com a marca que leva seu nome, seguido da Iódice, GIG Couture, João Pimenta, PatBo e  Ellus.

*a jornalista viajou a São Paulo a convite do SPFW