SENHORA DO DESTINO

Sequestro de advogado de Robinho inspirou novela da Globo; entenda a história

Pedro Júnior Rosalino Braule Pinto foi levado de maternidade horas após nascimento

  • Foto do(a) author(a) Alô Alô Bahia
  • Alô Alô Bahia

Publicado em 2 de abril de 2024 às 19:06

Nazaré Tedesco Crédito: Globo

O caso do ex-jogador de futebol Robinho, condenado por estupro, ganhou uma nova repercussão nas redes sociais com a descoberta de que um dos seus advogados é Pedro Júnior Rosalino Braule Pinto, mais conhecido como Pedrinho.

A história de Pedrinho, sequestrado de uma maternidade em Brasília poucas horas após nascer, inspirou a novela “Senhora do Destino”, da Rede Globo.

Sequestro e reencontro

Em 1986, Pedrinho foi sequestrado da maternidade do Hospital Santa Lúcia, na Asa Sul de Brasília. A responsável pelo crime foi Vilma Martins Costa, que o levou para Goiânia e o criou como se fosse seu filho, com o nome de Osvaldo Martins Borges.

Simulando uma gravidez, Vilma conseguiu convencer seu então companheiro, também Osvaldo Martins Borges, a se casar com ela. O casal viveu junto por 16 anos, criando Pedrinho como se fosse seu filho legítimo.

Em 2002, após uma longa investigação, os pais biológicos de Pedrinho, que moram em Brasília, finalmente o encontraram.

Inspiração para “Senhora do Destino”

A história de Pedrinho inspirou o autor Aguinaldo Silva a escrever a novela “Senhora do Destino”, exibida pela Rede Globo entre 2004 e 2005. Na trama, Maria do Carmo (Susana Vieira) tem sua filha Lindalva (Carolina Dieckmann) sequestrada por Maria de Nazaré (Renata Sorrah).

Assim como Vilma, Nazaré simula uma gravidez para forçar um casamento com José Carlos (Tarcísio Meira) e mudar de vida. Após nove meses, ela rouba Lindalva e a cria como se fosse sua filha, dando-lhe o nome de Isabel.

A novela foi um grande sucesso de público e crítica, e a história de Pedrinho sensibilizou milhões de pessoas.