INVESTIGAÇÃO

Veja o que se sabe sobre o roubo à casa de Bruna Biancardi e Mavie, filha de Neymar

Morador do condomínio de classe média alta liberou a entrada dos outros dois, que estão foragidos

  • Foto do(a) author(a) Estadão
  • Estadão

Publicado em 8 de novembro de 2023 às 09:22

Mansão de Bruna Biancardi é invadida
Mansão de Bruna Biancardi é invadida Crédito: Redes sociais

Neymar comentou, pela primeira vez, o assalto à casa da influenciadora Bruna Biancardi, mãe de Mavie, filha do atleta, nesta terça-feira, 7. Criminosos invadiram a residência da família em Cotia, na Grande São Paulo, fizeram os pais da influenciadora reféns e levaram um valor estimado de R$ 500 mil e R$ 600 mil em joias e objetos de valor, segundo revelado pela delegada Mônica Gamboa.

"Dia triste, com duas notícias muito ruins", escreveu o atleta em um story feito no Instagram. "Primeiro foi o ataque que os pais da Bru sofreram, mas, graças a Deus, todos estão bem", iniciou.

Na sequência, ele lamentou a morte de Luana Andrade, ex-Power Couple Brasil, que morreu aos 29 anos após complicações de uma lipoaspiração. "Meus sentimentos a toda a família, que Deus receba a Luana de braços abertos", disse.

Como foi o roubo na mansão?

O crime na casa de Bruna aconteceu na madrugada do dia 7 e durou cerca de 25 minutos. A polícia acredita que três homens estavam envolvidos no crime, sendo que dois deles já foram identificados. Um deles, Eduardo Seganfredo Vasconcelos, de 19 anos, foi detido e indiciado. O jovem é morador do condomínio e liberou a entrada dos outros dois, que estão foragidos.

As autoridades investigam a possibilidade de Eduardo ter arquitetado o crime. "Os criminosos, que são três rapazes na faixa de 19 a 22 anos, ingressaram numa residência determinada, sabendo que a casa que eles estavam indo era da Bruna Biancardi", disse a delegada Mônica Gamboa.

O jovem, que já tem passagem pela polícia por tráfico, não morava no condomínio há até uma semana. Ele pediu para passar uma temporada com a mãe e o padrasto, residentes do local.

Mãe de vizinho preso está abalada

"A mãe dele está muito surpresa, muito abalada com o ocorrido. É um menino de uma condição financeira de classe média alta. Foi uma surpresa para os familiares. A mãe alega que ele veio na última semana pedir para ficar com ela", detalhou.

Eduardo Vasconcelos confessou o crime para a polícia. Ele entrou no condomínio de carro com os comparsas e o momento foi registrado por uma câmera de segurança, o que possibilitou o reconhecimento dele e do homem que estava no banco do passageiro A delegada confirmou que o vídeo que circula nas redes sociais mostra os suspeitos.

Polícia descarta tentativa de sequestro

Os três invadiram a casa de Bruna Biancardi armados e fizeram os pais da influenciadora de reféns. Eles perguntaram onde Bruna e Mavie estavam, mas a polícia descartou a possibilidade de tentativa de sequestro, já que os criminosos pediram por joias e dinheiro.

A mãe de Bruna mostrou que o cofre da casa estava vazio. "Um deles questionou: 'como assim a sogra do Neymar não tem dinheiro em casa?'. E ela falou: 'é como você falou, sou apenas a sogra. Não sou ele, não tenho dinheiro aqui'", explicou Mônica.

Em seguida, pediram para que a mãe de Bruna os levasse para onde estavam as joias da bebê e outros objetos de valor. Além das joias, eles levaram cinco relógios, as alianças dos pais de Bruna, três bolsas de marca de luxo.

"Ele sabia, sim, que a bebê ganhou joias. E isso que a gente vai esclarecer ao longo dos próximos dias. Como ele tinha essa informação? Será que alguém tinha stalkeando a rede social da Bruna? Isso a gente vai ter que apurar", disse Mônica.

Como a polícia prendeu o suspeito?

Depois do roubo, os três suspeitos saíram da casa de Bruna a pé, levando todos os objetos em duas malas de viagem até a casa da mãe de Eduardo Vasconcelos. Em seguida, o jovem levou os objetos e os suspeitos de carro até uma casa no bairro de Jardim Arpoador, em São Paulo.

Quando ele voltou para casa, deixou o carro no condomínio, tomou um banho e saiu a pé, para encontrar os outros dois. Os porteiros estranharam a movimentação e, quando os pais de Bruna comunicaram o crime, perceberam que Eduardo Vasconcelos poderia ser o responsável.

A polícia foi chamada e Guarda Civil Municipal (GCM) encontrou o jovem caminhando ainda em uma rodovia próxima à cidade. "Ele falou que a intenção dele era pegar um Uber mais para frente para encontrar os comparsas e fazer a divisão das coisas que eles roubaram", disse Mônica.

Quais são os próximos passos?

A delegada Mônica Gamboa também afirmou que Eduardo passará por uma audiência com um juiz e um promotor e deve ter a prisão preventiva confirmada.

"Nos próximos 10 dias de investigação, a gente pretende recuperar os objetos roubados e esclarecer quem participou do crime, esse terceiro elemento que a gente ainda não tem a identificação, e concluir o inquérito policial", disse a delegada Mônica.