TWITTER

X ‘devolve’ selo azul sem custos para contas com muitos seguidores; entenda

Para recebê-lo, o perfil precisa ter pelo menos 2.500 seguidores verificados (ou seja, assinantes da versão paga da rede social)

  • Foto do(a) author(a) Alô Alô Bahia
  • Alô Alô Bahia

Publicado em 5 de abril de 2024 às 10:42

O X (antigo Twitter) começou a distribuir o selo azul de verificado de forma gratuita para algumas contas populares por lá, o que pegou alguns usuários de surpresa. Para recebê-lo, o perfil precisa ter pelo menos 2.500 seguidores verificados (ou seja, assinantes da versão paga da rede social).

A medida foi antecipada por Elon Musk, proprietário da rede, na última semana. O bilionário disse que a rede daria a assinatura Premium de graça para perfis famosos. Quem tem mais de 5.000 seguidores verificados ganha a versão Premium+, com acesso a todos os recursos exclusivos.

Antes da era Musk, o selo azul era um sistema de verificação para contas importantes, como celebridades, instituições e jornalistas. O empresário, no entanto, considerou o sistema injusto e o reformulou como um benefício pago, removendo o selo de milhares de contas.

Na quarta-feira (2), alguns usuários se surpreenderam ao ver o selo azul de volta em seus perfis. Uma mensagem do X explicava que eles receberam a assinatura gratuita por serem “membros influentes” da plataforma.

A novidade pegou muita gente de surpresa, com jornalistas e influenciadores dos EUA entre os primeiros contemplados. O selo é acompanhado de uma mensagem que diz “Como um membro influente da comunidade no X, estamos dando uma assinatura de cortesia ao X Premium, sujeita aos termos do X Premium”.

A assinatura fica disponível após o aceite dos termos de serviço, mas a própria rede reforça que tem o direito de cancelar o plano gratuito a qualquer momento.

Alguns usuários interpretam a mudança como uma tentativa de Musk de revitalizar o X, que enfrenta dificuldades financeiras.