Catador de latas é morto a facadas durante discussão no circuito Barra-Ondina

Ele chegou a ser socorrido pelo Corpo de Bombeiros para o posto médico da prefeitura de Salvador, mas não resistiu

Publicado em 6 de fevereiro de 2016 às 08:59

- Atualizado há 10 meses

Um catador de latas de 35 anos foi morto a facadas no meio do circuito Dodô, na Ondina, por volta das 22h30 desta sexta-feira (5). De acordo com informações da polícia, Evilásio dos Santos, conhecido na região como Cara de Cachorro, foi atingido por quatro golpes de faca no peito e no rosto durante uma discussão com um outro catador de latas. A vítima foi atingida por quatro facadas durante um discussão no circuito Barra-Ondina(Foto: Leitor/Whatsapp CORREIO)Ele chegou a ser socorrido pelo Corpo de Bombeiros para o posto médico da prefeitura de Salvador, instalado no circuito Barra-Ondina, mas não resistiu aos ferimentos e morreu após dar entrada na unidade. O catador de latas envolvido na briga com Evilásio ainda não foi identificado. “Estamos investigado o óbito para saber se era uma rixa prévia ou discussão ente acatadores”, declarou o secretário de Segurança Pública Maurício Barbosa, nesta manhã, 06, após divulgar o balaço de ocorrências até agora no Carnaval. A reunião foi no Comando da Polícia Militar, no Largo dos Aflitos. 

A Polícia Civil investiga as circunstâncias do crime, e solicitou imagens de câmeras de segurança da rua N, próximo à Paróquia da Ressurreição do Senhor, onde ocorreu o fato. Elas poderão ser utilizadas na identificação do autor da agressão.Ele chegou a ser socorrido pelo Corpo de Bombeiros para o posto médico da prefeitura de Salvador, mas não resistiu (Foto: Leitor/Whatsapp CORREIO)Evilásio já tinha passagens da polícia por furto e agressão à ex-companheira. Esta foi a primeira morte registrada nos circuitos de Carnaval em 2016. Segundo informações da Polícia Civil, os 48 portais instalados nos acessos aos circuitos de Carnaval registram, em média, 20 mil abordagens por hora.

Na quinta-feira (4), a estratégia resultou em um aumento de 166,7% no número de indiciados em flagrante, em relação ao mesmo período em 2015. Também na quinta, houve redução de 42,9% no número de roubos, e de 1,6% no número de furtos.