Americanos surpreendem e faturam título da etapa de Bells Beach da WSL

Cole Houshmand e Caitlin Simmers foram os vencedores das finais da primeira etapa australiana do Circuito Mundial

  • Foto do(a) author(a) Estadão
  • Estadão

Publicado em 3 de abril de 2024 às 13:58

Cole Houshmand é campeão de Bells Beach 2024
Cole Houshmand é campeão de Bells Beach 2024 Crédito: Aaron Hughes/WSL

Os surfistas californianos Cole Houshmand e Caitlin Simmers surpreenderam nesta quarta-feira (3) e conquistaram o título da etapa de Bells Beach do Circuito Mundial, na Austrália. Os brasileiros foram eliminados nas oitavas de final, no masculino, e nas quartas de final, no feminino.

Estreante na elite do surfe mundial, Houshmand se sagrou campeão ao vencer na final o compatriota Griffin Colapinto por 13,50 a 12,80. Na semifinal, ele superara o sul-africano Matthew McGillivray por 13,14 a 7,77. Colapinto eliminara, na outra semifinal, o indonésio Rio Waida por 16,83 a 14,53.

Foi a primeira vitória de Houshmand numa etapa do Circuito. E, de quebra, ele superou na final o atual número 1 do ranking mundial. O americano chegou para a etapa australiana na modesta 27ª colocação da temporada, fora até da linha de corte para permanecer na elite em 2025. Agora figura no oitavo posto.

"Estou sem palavras, isso é inacreditável. Tenho sonhado com isso todos os dias nas últimas semanas, de tocar o sino (por faturar a etapa), e consegui. Meu maior objetivo era passar pelo corte (na elite) para competir em Fiji e agora já posso buscar um objetivo maior. O ano realmente começa agora. Eu disse ao Griffin que isso era o que sonhávamos desde crianças, de fazer uma final no CT juntos. Não é sempre que você consegue fazer uma final com seu melhor amigo, então este é, provavelmente, o melhor dia da minha vida", celebrou.

Houshmand havia sido o algoz de Gabriel Medina na terceira fase da disputa, com notas polêmicas, o que rendeu até críticas do surfista brasileiro aos juízes. Entre os demais representantes nacionais, Samuel Pupo, Caio Ibelli e Yago Dora caíram nas oitavas de final.

No feminino, Caitlin Simmers venceu a francesa Johanne Defay por 12,77 a 11,60, na decisão. A surfista de apenas 18 anos havia eliminado na semifinal a compatriota Caroline Marks por 13,93 a 9,24.

"Neste esporte, você sempre tem que acreditar em si mesma, porque essas coisas acontecem. Foi incrível e nem consigo acreditar. Competir em um nível tão alto, você precisa descobrir maneira de ter uma vantagem e é incrível conseguir a vitória aqui. Essa onda é muito difícil e nossa, ser a número do mundo é ótimo. Só espero conseguir levantar o sino", brincou a jovem surfista.

A brasileira que foi mais longe nesta etapa é Tatiana Weston-Webb, que caiu na fase de quartas de final.