SAÍDA CONTURBADA

Após escolher o Bahia, Juba encontrará o Sport pela primeira vez

Clube pernambucano não aceitou saída do atleta para o tricolor

  • Foto do(a) author(a) Da Redação
  • Da Redação

Publicado em 3 de fevereiro de 2024 às 05:00

Luciano Juba treinou pela primeira vez com o elenco do Bahia
Luciano Juba tem chance de ser titular na partida pela Copa do Nordeste Crédito: Felipe Oliveira/EC Bahia

O clássico entre Bahia e Sport, neste domingo (4), pela primeira rodada da Copa do Nordeste, terá um gosto especial para o jogador Luciano Juba. Revelado pelo rubro-negro, ele reencontrará o Leão pela primeira vez desde que deixou o clube para defender o Esquadrão, em setembro do ano passado.

A saída de Juba não agradou o Sport. O atacante era um dos destaques da equipe na temporada, mas não aceitou a oferta de renovação apresentada e assinou pré-contrato com o Bahia ainda em março. Inicialmente, os dirigentes pernambucanos negaram o acordo e chegaram a ameaçar uma reclamação na CBF.

A alegação era a de que Juba não poderia defender o Bahia pois chegaria ao clube após o fim da janela de transferências. O Esquadrão, no entanto, estava protegido por uma recomendação da FIfa que permitia a inscrição do atleta.

Em meio ao imbróglio entre Juba e Sport, o Bahia tentou antecipar a chegada do jogador durante a segunda janela de transferências e ofereceu R$ 4 milhões aos pernambucanos, mas a oferta foi recusada.

Na época, o CORREIO apurou que o Sport chegou a voltar atrás da decisão quando percebeu que Juba não permaneceria no clube, mas o Bahia retirou a proposta apresentada e esperou pelo fim do contrato, contratando o atacante sem custos.

"Sempre deixei bem claro que, independente de ter alguma coisa acertada ou não com o Bahia, eu estaria jogando, me entregando no meu ex-clube. E fui um cara que sempre trabalhei, nunca deixei de fazer nada, nunca fiz nada de errado. Tiveram conturbações na negociação, tentativa para antecipar minha chegada, mas não deu certo", disse Juba quando foi apresentado no tricolor.

Pelo Esquadrão, Luciano Juba já disputou 17 jogos, marcou um gol e deu duas assistências. Esse ano, o atacante foi titular na vitória sobre o Bahia de Feira, pelo estadual, atuando na lateral esquerda. Com Rezende machucado, a tendência é a de que Juba seja novamente o titular da posição.

REENCONTROS

Além de Juba, o confronto entre Bahia e Sport marcará o reencontro de outros atletas com antigos clubes. No Bahia, o goleiro Danilo Fernandes defendeu o Sport entre 2015 e 2016.

O rubro-negro tem no elenco três ex-tricolores: o lateral esquerdo Felipinho, e os atacantes Arthur Caíke e Zé Roberto.