BOA FASE

Regular, Bahia dobra pontuação em relação ao ano passado e alcança melhor início no Brasileirão

Tricolor chegou a 14 pontos e disputa a liderança da Série A

  • Foto do(a) author(a) Da Redação
  • Da Redação

Publicado em 4 de junho de 2024 às 05:00

Treino Bahia
Tricolor engatou boa sequência e disputa no topo no Brasileirão Crédito: Divulgação/EC Bahia

O Bahia segue fazendo bonito no Campeonato Brasileiro. O clube baiano largou bem na principal competição do país e é o atual vice-líder, com a mesma pontuação do Flamengo, que lidera o torneio por ter melhor saldo de gols. O bom desempenho da equipe fez o Esquadrão dobrar o seu desempenho em relação ao ano passado e alcançar o melhor início da Série A nos pontos corridos no recorte dos primeiros sete jogos.

Após o empate por 1x1 com o Atlético-MG, na MRV Arena, em Belo Horizonte, o tricolor chegou a 14 pontos em sete compromissos. A pontuação alcançada pelo time de Rogério Ceni é exatamente o dobro da que o Bahia conseguiu nas sete primeiras partidas do Brasileirão do ano passado.

Sob o comando de Renato Paiva, o clube terminou a 7ª rodada da Série A de 2023 com sete pontos em 21 disputados, e ocupava a 13ª colocação, com dois triunfos, um empate e quatro derrotas. O Esquadrão precisou de 16 jogos para alcançar os mesmos 14 pontos de agora, e lutou contra o rebaixamento até a última rodada da competição.

Para o técnico Rogério Ceni, a boa fase do tricolor é explicada pela regularidade que o time apresenta no Brasileirão. Depois da estreia com derrota por 2x1 para o Internacional, no Beira-Rio, a equipe engatou uma sequência de seis partidas de invencibilidade na Série A. Foram quatro vitórias e dois empates.

“A gente torce para que possamos manter o bom nível de jogo. Não tivemos lesões, suspensões ou expulsões, e isso nos ajuda a manter um padrão de jogo. Mas o Brasileiro é muito longo e pode nos trazer dificuldades, por isso é importante manter o alto nível mesmo com os reservas. Já jogamos contra equipes do topo e esperamos continuar nessa pegada nas partidas que temos pela frente”, afirmou o treinador.

A luta na parte de cima da tabela faz o Bahia ter em 2024 o seu melhor início de Campeonato Brasileiro na era dos pontos corridos, levando em consideração o desempenho nos primeiros sete jogos. O aproveitamento do tricolor é de 66,6%, o que supera os 61,9% conquistados em 2019.

Naquele ano, o Bahia fez 13 pontos em sete partidas - quatro triunfos, um empate e duas derrotas -, e fechou a 7ª rodada na 7ª posição. O time, na época treinado por Roger Machado, virou o turno dentro da zona de classificação para a pré-Libertadores, mas não conseguiu manter o ritmo e terminou a competição na 11ª

colocação, com 49 pontos.

“Acho que é uma característica do nosso time nunca desistir, mesmo em um ambiente adverso, com a torcida adversária. É uma virtude desse time se manter no jogo mesmo em momentos difíceis”, completou Ceni.

Próximo desafio

Depois de um jogo complicado fora de casa, o Bahia mira agora um novo duelo na Fonte Nova. O próximo compromisso do tricolor será contra o Fortaleza, no dia 13 de junho, às 21h30. Por conta dos amistosos da Seleção Brasileira durante a Data-Fifa, o clube tem 11 dias para descansar o elenco e preparar os atletas até a próxima partida.

O tempo será aliado para o clube baiano. Artilheiro da equipe no ano com nove gols, o meia-atacante Thaciano recebeu o terceiro cartão amarelo e não enfrenta o Fortaleza. Entre as possibilidades no grupo, Ceni conta com os atacantes Biel, Ademir, Rafael Ratão e Oscar Estupiñan para atuar ao lado de Everaldo.