BOA CHANCE DE PONTUAR

Vitória fará três dos próximos quatro jogos da Série A no Barradão

Precisando se reabilitar na competição, Leão quer usar seu estádio como trunfo

  • Foto do(a) author(a) Wendel de Novais
  • Wendel de Novais

Publicado em 27 de maio de 2024 às 05:00

Barradão receberá as partidas contra Atlético-GO, Internacional e Atlético-MG nos próximos dias
Barradão receberá as partidas contra Atlético-GO, Internacional e Atlético-MG nos próximos dias Crédito: Victor Ferreira/EC Vitória

Sem outra competição no caminho após a eliminação na Copa do Brasil, o Vitória agora concentra suas forças em um só objetivo: a reabilitação no Brasileirão. Com apenas um ponto conquistado, o Leão amarga a zona de rebaixamento, com a 18º colocação na tabela. Depois da paralisação do campeonato, no entanto, o rubro-negro tem o Barradão como uma carta na manga para se recuperar nas próximas partidas. Dos próximos quatro compromissos do time vermelho e preto na Série A, três serão em casa.

A sequência tem início no próximo sábado (1°), às 16h, quando o Vitória recebe o Atlético-GO - que também tem apenas um ponto no Brasileirão -, pela 7ª rodada.

Após isso, os comandados de Thiago Carpini vão viajar para um encontro com o Juventude fora de casa, no dia 11. Mas retornam para dois jogos consecutivos no Manoel Barradas. O primeiro acontece contra outro adversário gaúcho, o Internacional, no dia 16. Na sequência, o Leão ficará frente a frente com o Atlético-MG em Salvador. O confronto ainda não teve data e horário confirmados pela CBF, mas está pré-programado para o dia 19, uma quarta-feira.

Para transformar o seu estádio em um fator positivo, o rubro-negro precisa vencer, o que não conseguiu até o momento no Brasileirão 2024. Em três embates no Barradão no campeonato, foram duas derrotas e um empate. Na Copa do Brasil, mais um revés, para o Botafogo, o que custou a eliminação do clube no mata-mata nacional. Carpini já afirmou que quer mudar essa realidade.

“A gente vai trabalhar para que o Barradão volte a ser o nosso trunfo. O nosso torcedor hoje, mesmo em um momento de dificuldade, compareceu em grande número e nos apoiou, cantou. Eu gostaria de ter dado uma resposta diferente, infelizmente não aconteceu, mas vamos seguir trabalhando, ajustando e mudando”, projetou o técnico após perder para o Botafogo.

O trabalho vai tentar fazer com que o Vitória reencontre resultados positivos em seus domínios - o que, antes do início da principal competição nacional, era comum.

Em 2024, considerando o Campeonato Baiano e a Copa do Nordeste, o Leão fez dez partidas dentro de casa. Destas, ganhou nove, empatou uma e não foi derrotado. Se olhar para a Série B de 2023, quando foi campeão, o retrospecto no Barradão também se apresentou como diferencial. Foram 14 vitórias, três empates e duas derrotas apenas.

Boa oportunidade

Para o primeiro jogo da sequência após a paralisação da Série A, além de contar com a tentativa de resgate do bom desempenho em casa, o Vitória tem como esperança os maus resultados do adversário, o Atlético-GO, no Brasileirão. Assim como o time baiano, o Dragão tem apenas um ponto em cinco compromissos na Série A. E, pelo número de gols marcados, está abaixo do rubro-negro na tabela, na 19º colocação, como vice-lanterna.

O Atlético-GO é, inclusive, um rival que pode facilitar o reajuste da defesa do Vitória. A zaga rubro-negra tida como base da equipe antes do começo do Brasileirão, com Wagner Leonardo e Camutanga, viveu uma série de mudanças, seja por lesões ou suspensões. E é, junto com a do Vasco, a segunda pior da competição, com 11 gols sofridos, à frente apenas do Fluminense, com 12.

Mas, agora, o Leão irá enfrentar um rival com pouco poder de ataque: o Dragão marcou apenas dois gols nos cinco duelos que disputou no campeonato. Neste quesito, só não é pior que o Cuiabá, que ainda não balançou as redes.

Após a derrota para o Botafogo, Carpini admitiu que vê com preocupação o setor defensivo como um todo, dado o mau início no campeonato.

“Estava falando agora com os zagueiros e eu acho que a parte defensiva é um setor que nós precisamos buscar alternativas. O nosso corredor do lado direito é uma característica mais parecida também com a do Lepo [lateral] porque ele não vai fazer as 30 e tantas rodadas que faltam. Então, a gente precisa criar também algumas alternativas”, disse.

Na última sexta-feira (24), o Vitória comunicou a saída do lateral-direito Zeca. Com isso, o elenco rubro-negro ficou com apenas dois jogadores da posição: Willean Lepo e Raúl Cáceres. Ambos estão retornando de lesão. No sábado (25), eles fizeram trabalho de transição no gramado da Toca do Leão, ao lado do meia Jean Mota. Já Willian Oliveira foi liberado pelo departamento médico e participou do treino com o restante do grupo. Por outro lado, Everaldo não esteve em campo. Ele se recupera de uma lesão grau 3 no músculo reto femoral e ainda não tem previsão de retorno.

No domingo (26), o elenco ganhou folga. Os trabalhos de olho no duelo contra o Atlético-GO serão retomados nesta segunda-feira (27).

Veja os próximos quatro jogos do Vitória:

  • Vitória x Atlético-GO: 01/06 (sábado), às 16h, no Barradão - 7ª rodada do Campeonato Brasileiro
  • Juventude x Vitória: 11/06 (terça-feira), às 19h, no Alfredo Jaconi, em Caxias do Sul - 8ª rodada do Campeonato Brasileiro
  • Vitória x Internacional: 16/06 (domingo), às 16h, no Barradão - 9ª rodada do Campeonato Brasileiro
  • Vitória x Atlético-MG: data e horário a definir, no Barradão - 10ª rodada do Campeonato Brasileiro